PUBLICIDADE

Mundo

Polícia dispara gás lacrimogêneo contra agricultores indianos em marcha para capital

21 fev 2024 - 08h34
Compartilhar
Exibir comentários

A polícia indiana disparou gás lacrimogêneo nesta quarta-feira para dispersar milhares de agricultores que tentavam retomar uma marcha para a capital Nova Délhi após rejeitarem uma oferta do governo sobre os preços de seus produtos, enquanto as autoridades ofereciam uma nova rodada de negociações.

Fugindo do gás ardente e das nuvens de fumaça, os agricultores, alguns usando máscaras médicas, correram para os campos ao redor do ponto de encontro em uma rodovia a cerca de 200 km ao norte de Nova Délhi.

A ação policial ocorreu no momento em que o governo do primeiro-ministro Narendra Modi fez uma nova oferta para retomar as negociações sobre as demandas dos agricultores. O ministro da Agricultura, Arjun Munda, pediu aos agricultores que resolvessem suas queixas por meio de negociações.

"Após a quarta rodada, o governo está pronto para discutir todas as questões", como preços garantidos para as colheitas dos agricultores, publicou ele no X, quando a marcha foi retomada.

"Convido novamente os líderes dos agricultores para uma discussão. É importante para nós mantermos a paz."

Os líderes dos agricultores se reuniram para discutir a oferta desta quarta-feira depois que a ação da polícia interrompeu a marcha, segundo a imprensa.

A polícia e as principais autoridades distritais estavam no local, mediando a discussão entre os líderes e o governo, informou o jornal Indian Express.

Na segunda-feira, os agricultores rejeitaram a proposta anterior do governo de acordos de cinco anos e garantia de preços de apoio para produtos como milho, algodão e leguminosas.

Os agricultores, em sua maioria do Estado de Punjab, no norte do país, têm exigido preços mais altos para suas colheitas, respaldados por lei. Eles formam um bloco influente de eleitores que o primeiro-ministro Modi não pode se dar ao luxo de irritar antes das eleições gerais previstas para maio.

"Não é correto que barricadas tão grandes tenham sido colocadas para nos impedir", disse um dos líderes dos agricultores, Jagjit Singh Dallewal. "Queremos marchar para Délhi pacificamente. Caso contrário, eles devem atender às nossas exigências."

Cerca de 10.000 pessoas se reuniram nesta quarta-feira, junto de 1.200 tratores e carroças em Shambhu, na divisa do Estado, segundo a polícia de Haryana em publicação no X, alertando para o risco de lançamento de pedras, já que eles estavam armados com paus e pedras.

Protestos semelhantes ocorridos há dois anos, quando os agricultores acamparam por dois meses na entrada de Nova Délhi, forçaram o governo de Modi a revogar um conjunto de leis agrícolas.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade