0

Número de mortes por tufão nas Filipinas passa de duzentos

5 dez 2012
00h32
atualizado às 07h25

A passagem do tufão Bopha provocou pelo menos 238 mortes e deixou centenas de desaparecidos nas Filipinas, informaram as autoridades. Deste total, 142 pessoas morreram e 241 são consideradas desaparecidas na cidade de New Bataan, na região montanhosa do sul do país, na ilha de Mindanao, em consequência das avalanches e inundações provocadas pelo tufão que atingiu o território filipino na terça-feira, afirmou o tenente-coronel Lyndon Paniza.

 Quase todas as vítimas fatais provêm das províncias de Vale de Compostela e Davao Oriental
Quase todas as vítimas fatais provêm das províncias de Vale de Compostela e Davao Oriental
Foto: AP

Pelo menos 81 vítimas foram registradas na província vizinha de Davao Oriental e outras 15 no restante da ilha. O balanço, ainda provisório, foi confirmado pela Defesa Civil. As autoridades revisam com frequência o número de vítimas do tufão, à medida que as equipes de emergência conseguem acessar as regiões isoladas no sul do arquipélago.

O Bopha tocou a terra na parte oriental da ilha de Mindanao na terça-feira, com rajadas de ventos de até 210 km/h e chuvas torrenciais. O tufão, que perdeu força durante a noite, prosseguia sua trajetória em direção ao mar da China meridional, mas ainda pode provocar fortes chuvas na ilha de Palawan (oeste).

As Forças Armadas se somaram às operações de resgate e assistência aos afetados, mas as condições do tempo e a situação do terreno dificultam seu trabalho. Pelo menos 120 mil pessoas precisaram deixar suas casas em Mindanao e na região de Visayas, pelo que estão alojadas nas casas de vizinhos ou em abrigos disponibilizados pelas autoridades.

Com informações adicionais da agência EFE

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade