PUBLICIDADE

Menina de quatro anos sequestrada por 18 dias é encontrada na Austrália

Polícia chegou a oferecer recompensa equivalente a R$ 4,2 milhões por informações sobre seu paradeiro; ela foi localizada em uma casa trancada a chaves

3 nov 2021 09h29
| atualizado às 10h01
ver comentários
Publicidade
Cleo foi encontrada após estar 18 dias desaparecida
Cleo foi encontrada após estar 18 dias desaparecida
Foto: Divulgação/Polícia da Austrália Ocidental / BBC News Brasil

Uma menina de quatro anos desaparecida por 18 dias em uma parte remota do Estado da Austrália Ocidental, na Austrália, foi encontrada viva e com saúde em uma casa trancada, informou a polícia nesta quarta-feira (3/11).

Cleo Smith havia desaparecido da barraca de sua família em um acampamento perto da cidade de Carnarvon no dia 16 de outubro.

Uma ampla busca para localizá-la foi realizada. A polícia invadiu uma casa em Carnarvon na madrugada de quarta-feira (3/11), seguindo pistas forenses. Um homem de 36 anos foi detido e está sendo interrogado.

"Eles encontraram a pequena Cleo em um dos quartos", disse Col Blanch, vice-comissário da polícia da Austrália Ocidental em um comunicado.

"Um dos policiais a pegou nos braços e perguntou: 'Qual é o seu nome?' Ela respondeu: 'Meu nome é Cleo'. "

A menina já se reencontrou com seus pais, que haviam feito apelos desesperados por ajuda para encontrá-la.

"Nossa família voltou a ficar inteira", escreveu sua mãe, Ellie Smith, no Instagram.

Mãe de Cleo, Ellie Smith — com companheiro, Jake Gliddon — fez apelos públicos por informações
Mãe de Cleo, Ellie Smith — com companheiro, Jake Gliddon — fez apelos públicos por informações
Foto: Reuters / BBC News Brasil

Nas imagens dilvugadas pelos policiais, Cleo aparece sorrindo e "tão bem quanto poderíamos esperar nas circunstâncias", disse o comissário Chris Dawson. A menina está recebendo cuidados médicos.

As autoridades dizem que o homem detido não tem nenhuma ligação com a família Smith. Nenhum indiciamento foi feito.

O lugar onde Cleo foi encontrada fica a cerca de seis minutos de carro da sua casa em Carnarvon, cidade com cerca de 5 mil habitantes.

No Twitter, o primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, escreveu que o resgate de Cleo era "uma notícia maravilhosa e reconfortante". O comissário Dawson disse: "Acho que a Austrália está feliz".

"Encontrar uma garotinha — uma garotinha vulnerável — depois de 18 dias. Obviamente, as pessoas pensam o pior, mas o mais importante é que nunca perdemos a esperança", acrescentou o policial.

Cleo desapareceu enquanto passava férias com família em acampamento
Cleo desapareceu enquanto passava férias com família em acampamento
Foto: Divulgação/Polícia da Austrália Ocidental / BBC News Brasil

O que se sabe até agora?

A família de Cleo estava curtindo a primeira noite de férias no acampamento Quobba Blowholes quando ela desapareceu entre 1h30 e 6h (horário local) do dia 16 de outubro.

O local remoto em Macleod fica a cerca de 900 km ao norte de Perth e é uma atração local na Costa dos Corais do Estado, conhecida por seu cenário oceânico desenhado pelo vento, cavernas marinhas e lagoas.

Cleo estava dormindo em um colchão de ar ao lado da cama de sua irmã mais nova. Quando sua mãe, que estava dormindo no segundo cômodo da barraca, se levantou pela manhã, Cleo havia sumido e a porta estava aberta.

A polícia disse que isso aumentou o temor de um sequestro. Smith insistiu que Cleo não poderia ter deixado o local sozinha.

Uma força-tarefa de 100 oficiais foi enviada da capital do Estado, Perth, para se juntar a uma grande busca aérea, terrestre e marítima. Aviões de reconhecimento foram usados para vasculhar áreas escassamente povoadas.

As autoridades ofereceram uma recompensa de 1 milhão de dólares australianos (R$ 4,2 milhões) por informações sobre o paradeiro de Cleo.

O caso atraiu a atenção internacional e houve relatos de que caçadores de recompensas viajaram para a região depois que o dinheiro foi oferecido.

O vice-comissário Blanch disse que a polícia examinou milhares de dados em busca de uma "agulha em um palheiro".

"Na noite passada, eles encontraram aquela agulha que os levou àquele endereço e resgatou Cleo", disse ele à emissora local Network Seven.

A polícia disse obteve informações sobre um carro, mas não deu mais detalhes.

A ABC News, outra emissora local, noticiou que um homem que morava na casa havia sido recentemente flagrado por um vizinho comprando fraldas.

"Não entendemos para quem... ele estava comprando", disse o vizinho.

A notícia de que Cleo foi encontrada gerou uma sensação de grande alívio na comunidade local.

O vice-comissário Blanch afirmou à rádio 6PR que foi "incrível ver detetives experientes chorando de alívio".

A polícia disse que não esperava que a recompensa em dinheiro fosse reivindicada.

BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
Publicidade
Publicidade