0

Jornalista saudita Khashoggi foi morto em consulado, segundo fontes turcas

7 out 2018
14h00
atualizado às 14h18
  • separator
  • comentários

Autoridades turcas acreditam que o jornalista saudita Jamal Khashoggi foi morto no consulado de seu país em Istambul na semana passada, disseram fontes turcas, o que descreveram como um ataque deliberado a um crítico proeminente dos governantes sauditas.

Jornalista saudita Jamal Khashoggi durante evento em Londres, Reino Unido 29/092018  Middle East Monitor/Handout via REUTERS
Jornalista saudita Jamal Khashoggi durante evento em Londres, Reino Unido 29/092018 Middle East Monitor/Handout via REUTERS
Foto: Reuters

Khashoggi, ex-editor de jornal na Arábia Saudita e consultor do ex-chefe de inteligência, deixou o país no ano passado dizendo temer uma retaliação por suas crescentes críticas à política saudita na guerra do Iêmen e à repressão às divergências.

Na terça-feira, ele entrou no consulado saudita em Istambul para obter documentos para seu futuro casamento. Autoridades sauditas dizem que ele deixou o prédio  pouco depois, mas sua noiva, que estava esperando do lado de fora, disse que ele nunca saiu.

"A avaliação inicial da polícia turca é que Khashoggi foi morto no consulado da Arábia Saudita em Istambul. Acreditamos que o assassinato foi premeditado e o corpo foi posteriormente retirado do consulado", disse um dos dois funcionários turcos à Reuters, no sábado.

Yasin Aktay, um dos assessores do presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, disse que as autoridades tinham informações concretas sobre o caso de Khashoggi, e ele acredita que o jornalista foi morto no consulado.

Uma fonte saudita no consulado negou que Khashoggi tenha sido morto no local e disse em um comunicado que as acusações eram infundadas.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade