PUBLICIDADE

Mundo

França abaixa tom sobre envio de tropas à Ucrânia

27 fev 2024 - 12h36
(atualizado às 12h45)
Compartilhar
Exibir comentários

Em meio ao furor provocado por declarações do presidente Emmanuel Macron, o governo da França veio a público nesta terça-feira (27) para explicar que uma eventual presença de tropas ocidentais na Ucrânia não significaria "beligerância".

O esclarecimento chega após Macron ter aventado a ideia de mandar militares para o território ucraniano, o que poderia ser entendido pela Rússia como declaração de guerra.

Questionado sobre o assunto, o ministro das Relações Exteriores da França, Stéphane Séjourné, disse que "é preciso pensar em novas ações de apoio" a Kiev, incluindo iniciativas para remoção de minas e a produção de armamentos "in loco".

"Algumas dessas ações poderiam tornar necessária uma presença [militar] no território ucraniano, sem ultrapassar o patamar da beligerância", afirmou.

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade