0

Obama recebe premiê ucraniano e garante integridade territorial

No encontro, o presidente americano reiterou que a incursão de Moscou na região da Crimeia é uma violação à lei internacional

12 mar 2014
17h10
atualizado às 17h16
  • separator
  • comentários

O presidente americano Barack Obama expressou nesta quarta-feira seu apoio à Ucrânia na crise com a Rússia, reiterando que a incursão de Moscou na região da Crimeia violou a lei internacional.

<p>Obama garantiu apoio à Ucrânia e integridade territorial do país. Premiê agradeceu ao governo e ao povo amaericano pelo apoio na tarde desta quarta-feira</p>
Obama garantiu apoio à Ucrânia e integridade territorial do país. Premiê agradeceu ao governo e ao povo amaericano pelo apoio na tarde desta quarta-feira
Foto: Reuters

Obama recebeu na Casa Branca o primeiro-ministro ucraniano Arseniy Yatsenyuk, a quem garantiu que Washington apoia a integridade territorial da Ucrânia, além de alertar ao presidente russo Vladimir Putin sobre os custos de tomar um curso diferente sobre este conflito.

Yatseniuk chegou à Casa Branca por volta das 14h30 locais (15h30 de Brasília) para sua reunião com Obama no Salão Oval.

No encontro também esteve presente o vice-presidente americano, Joseph Biden, que devido à crise na Ucrânia cancelou uma visita que faria hoje à República Dominicana após sua viagem ao Chile, onde assistiu à posse presidencial de Michelle Bachelet.

Os EUA repetiram nos últimos dias que apoiam a "legitimidade" do governo de Yatseniuk, que assumiu o poder após três meses de protestos populares populares que terminaram com a queda do presidente Viktor Yanukovich.

Isso contrasta com a postura da Rússia, para quem o que tirou Yanukovich do poder foi "um golpe de Estado".

Antes de sua reunião com Obama, o primeiro-ministro ucraniano foi recebido pelo secretário de Estado americano, John Kerry.

Yatseniuk também encontrará em Washington com a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, e nesta quinta discursará em Nova York em uma nova sessão do Conselho de Segurança da ONU que visa analisar a crise na Ucrânia.

O presidente e o premiê estão dando entrevista coletiva após encontro na tarde desta quarta-feira e ucraniano agradeceu apoio do governo e do povo americano. 

&amp;lt;a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/mundo/crise-na-ucrania/" href="http://noticias.terra.com.br/mundo/crise-na-ucrania/"&amp;gt;veja o infogr&aacute;fico&amp;lt;/a&amp;gt;

Com informações da EFE e Reuters. 

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade