PUBLICIDADE

Mundo

Arrecadação da campanha de Biden fica atrás da de Trump pela primeira vez em abril

21 mai 2024 - 09h24
Compartilhar
Exibir comentários

A arrecadação da campanha à reeleição do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, em abril ficou abaixo da do rival Donald Trump pela primeira vez, depois que o ex-presidente aumentou sua operação conjunta com o Comitê Nacional Republicano e liderou eventos de arrecadação de fundos de alto valor.

A campanha de Biden e o Comitê Nacional Democrata arrecadaram mais de 51 milhões de dólares em abril, segundo a campanha, menos do que os 90 milhões de dólares que arrecadaram em março e menos do que os 76 milhões de dólares que Trump e o Partido Republicano informaram ter arrecadado no mês.

Trump conquistou a indicação presidencial republicana em março e agora pode arrecadar dinheiro com o Comitê Nacional Republicano, do qual sua nora é copresidente.

Sua arrecadação em abril foi impulsionada por um recorde de 50,5 milhões de dólares obtidos durante um evento com doadores no início do mês em Palm Beach, Flórida, na casa do investidor bilionário John Paulson. Paulson foi apresentado por Trump como um possível secretário do Tesouro.

O evento acabou sendo um impulso muito necessário para Trump, que tem sido rotineiramente superado por Biden e está em meio a um aperto financeiro devido ao aumento dos honorários advocatícios e pagamentos legais de seus processos criminais e civis.

O grupo Save America, de Trump, apresentou um registro à Comissão Eleitoral Federal na segunda-feira, mostrando mais de 3,3 milhões de dólares em despesas legais durante o mês.

A campanha de Trump disse em um comunicado que sua arrecadação de fundos em abril é "especialmente notável quando você considera que ele ficou confinado em um tribunal por quase 9 horas por dia nas últimas quatro semanas lutando contra o julgamento de Biden".

A campanha de Trump disse em março que não conseguiria igualar os totais de arrecadação de fundos de Biden neste ano. Trump venceu a eleição presidencial de 2016 apesar de ter arrecadado menos do que sua rival democrata Hillary Clinton.

Biden e Trump estão empatados nas pesquisas nacionais, faltando pouco mais de cinco meses para a eleição de 5 de novembro, enquanto Trump aparece com vantagem em Estados decisivos para a eleição, segundo pesquisas recentes. Em questões econômicas como a inflação, Trump tem uma pontuação mais alta entre os eleitores em geral do que Biden.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade