PUBLICIDADE

Fabiana Justus revela luta contra o câncer e recebe apoio de famosos

Celebridades como Preta Gil, Ana Hickmann e Ticiane Pinheiro enviaram mensagens positivas à filha do empresário Roberto Justus

26 jan 2024 - 16h02
Compartilhar
Exibir comentários

Fabiana Justus, filha do renomado empresário e apresentador Roberto Justus, recebeu uma onda de apoio e solidariedade de diversos famosos após compartilhar em suas redes sociais um diagnóstico recente de leucemia mieloide aguda. A notícia foi divulgada na noite de quinta-feira (25), quando Fabiana afirmou ter iniciado o tratamento contra o câncer.

Fabiana Justus revela luta contra o câncer e recebe apoio
Fabiana Justus revela luta contra o câncer e recebe apoio
Foto: Reprodução / Redes Sociais / Perfil Brasil

"Hoje eu estou um pouco mais forte para conseguir vir aqui falar com vocês (...) Eu fui diagnosticada com leucemia mieloide aguda e o nome assusta, tudo assusta, mas eu estou nas mãos de um super médico, estou sendo muito bem assistida. As coisas foram muito rápidas, até pela característica da doença e a forma que tem que ser o tratamento. Eu recebi a notícia, vim para o pronto socorro por uma dor nas costas esquisita e febre e desde então eu não saí mais. Eu já internei, fiz o exame para entender o que era, coloquei o catéter e já comecei a quimioterapia"

Nomes influentes como Larissa Manoela, Ana Hickmann, Tom Cavalcante e outros expressaram palavras de apoio e carinho a Fabiana Justus neste momento desafiador. Sua irmã, Rafaella Justus, também enviou uma mensagem especial de apoio.

A revelação do diagnóstico e o início do tratamento mobilizaram uma rede de apoio e solidariedade entre celebridades e seguidores de Fabiana Justus, demonstrando o poder da união e do apoio mútuo em tempos difíceis.

Amigos e familiares

Nos comentários da publicação de Fabiana, artistas deixaram seu apoio. Bruna Biancardi escreveu: "Você já venceu, já deu certo!! Tenho certeza que seus pequenos estão sendo bem cuidados, e mesmo sendo difícil tenta focar em você nesse momento, pra voltar logo pra eles! Conte comigo e com as minhas orações".

Fabiana Guimarães também aproveitou para compartilhar sua experiência: "Fa linda! Vou dividir aqui com você o que aconteceu comigo. Tive um câncer de mama faz uns três anos (em plena pandemia) poucos souberam o que eu vou te contar. Eu já estava preparada para o pior mas eu fiz um propósito tão lindo com Deus que no meu questionamento o Senhor me confortava e me dava força. Eu buscava a Deus dia e noite pela minha cura. É um dia antes da minha cirurgia eu tive um sonho lindo. Quando acordei eu sabia que a cirurgia seria diferente porque Deus me falou em sonho e contei para os médicos. Todos se emocionaram. A minha fé me curou! Você vai sair mais guerreira e confiante porque Deus te escolheu pra te fortalecer."

Ainda nos comentários, Preta Gil, que também enfrentou graves problemas de saúde recentemente, prestou sua solidariedade por Fabiana: "Fabi, te escrevo com todo meu amor no coração, eu sei exatamente o que está sentindo, te digo que o fundamental pra essa luta que você começa agora você tem: fé, pessoas que te amam e bons médicos, você vai vencer, estou aqui pra o que você precisar!!! Fique em paz, Deus está contigo!!!"

Sobre a doença

De acordo com a Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (ABRALE) a leucemia mieloide aguda (LMA) é um tipo de câncer que afeta a medula óssea e o sangue periférico. Na LMA, as células mieloides, que são responsáveis pela produção de glóbulos brancos, glóbulos vermelhos e plaquetas, se tornam anormalmente maduras e não funcionam adequadamente. Isso leva à superprodução de células imaturas, chamadas de blastos, que acabam substituindo as células saudáveis na medula óssea.

Evandro Fagundes, médico hematologista, Coordenador do grupo de Leucemias Agudas do Hospital das Clínicas da UFMG, explica que o protocolo de tratamento da LMA ficou estagnado durante muito tempo pelo ponto de vista científico, mas embora seja uma doença grave, avanços significativos acabaram sendo feitos, resultando em melhores taxas de sobrevivência contra o câncer e qualidade de vida para os pacientes. No entanto, o prognóstico pode variar dependendo de vários fatores, incluindo a idade do paciente, o estágio da doença e a resposta ao tratamento.

*texto sob supervisão de Tomaz Belluomini

Perfil Brasil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade