0

Veja frases do debate entre candidatos ao governo de SP

25 ago 2014
18h22
atualizado às 19h39
  • separator
  • 0
  • comentários

Veja as principais frases dos principais candidatos a governador de São Paulo durante o debate promovido pelo UOL, Folha de S.Paulo, Jovem Pan e SBT, na tarde desta segunda-feira. Participaram sete candidatos: Geraldo Alckmin (PSDB), Gilberto Natalini (PV), Paulo Skaf (PMDB), Alexandre Padilha (PT), Gilberto Maringoni (PSOL), Walter Ciglioni (PRTB) e Laércio Benko (PHS).

Foto: Arte Terra

"Se você digitar o candidato do seu partido, não existe o número, vai dar nulo."
Laércio Benko (PHS), se referindo à escolha de Paulo Skaf (PMDB) em votar em Michel Temer para a Presidência

“(...) se o senhor tivesse passado por cidades onde falta saúde, segurança, transporte público, onde as obras não terminam, se estivesse a par disso, estaria menos preocupado com meu voto.”
Paulo Skaf (PMDB), em resposta a Laércio Benko

“Quem tem um marqueteiro de renome, que não deve custar barato, é o senhor, não eu. Estive sim com Marina em 2010 e estou de novo, não por marquetagem, mas por coração, quem tem 'marquetagem' é o senhor.”
Laércio Benko (PHS), em resposta novamente a Skaf

“O que o senhor vai fazer para combater esses monstros ‘estrupadores’?”
Paulo Skaf (PMDB) em pergunta a Gilberto Natalini (PV), confundindo a pronúncia de estupradores

"Ainda tinha cabelo quando as obras do Rodoanel começaram."
Laércio Benko (PHS), provocando Geraldo Alckmin (PSDB) em relação à mobilidade urbana

"Eu fiz o Mais Médicos, o atual governo do Estado fez o 'Mais Roubo, Mais Crime'."
Alexandre Padilha (PT)

"Esse seu discurso não enche a caixa d'água de ninguém."
Alexandre Padilha (PT) em provocação ao governador Geraldo Alckmin sobre a crise da água
 

"PT e PSDB tinham 30% para investir em educação, o PT reduziu para 25%, o governo de São Paulo é o único que investe 30% em educação em São Paulo"
Geraldo Alckmin (PSDB) sobre a educação, em resposta a Alexandre Padilha (PT)

"Tem vários pontos que ocorrem assaltos, mas muitas vezes a pessoa não vai fazer B.O, porque demora, não se sente protegido pela polícia..."
Laércio Benko (PHS), confundindo a resposta à pergunta de Gilberto Maringoni (PSOL) sobre o "assalto" dos pedágios nas rodovias

Coligações partidárias: Dilma, Aécio e Eduardo CamposColigações partidárias: Dilma, Aécio e Eduardo Campos

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade