0

TSE rejeita recurso de Lula contra emissoras de TV

Coligação encabeçada pelo PT entrou na Justiça para que as emissoras façam a cobertura da agenda do ex-presidente e de Haddad

28 ago 2018
22h37
atualizado em 29/8/2018 às 11h04
  • separator
  • comentários

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou nesta terça-feira recurso impetrado pela coligação encabeçada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra emissoras de TV que não têm mostrado em seus telejornais a campanha petista para a Presidência da República.

A coligação encabeçada pelo PT, que tem Lula como candidato ao Planalto e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad como candidato a vice, pediu no recurso que as emissoras façam a cobertura da agenda de Lula e de Haddad.

A coligação encabeçada pelo PT, que tem Lula como candidato ao Planalto e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad como candidato a vice, pediu no recurso que as emissoras façam a cobertura da agenda de Lula e de Haddad
A coligação encabeçada pelo PT, que tem Lula como candidato ao Planalto e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad como candidato a vice, pediu no recurso que as emissoras façam a cobertura da agenda de Lula e de Haddad
Foto: Reuters

O plenário do TSE rejeitou o recurso por 6 votos a 1, de acordo com a corte. Votaram contra o pedido petista os ministros Rosa Weber, Luís Roberto Barroso, Edson Fachin, Jorge Mussi, Tarcísio Vieira de Carvalho Neto e Sérgio Banhos, que é o relator do caso.

Lula está preso desde abril em Curitiba cumprindo pena por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele lidera as pesquisas de intenção de voto e teve sua candidatura registrada junto à Justiça Eleitoral. O registro, no entanto, é alvo de contestações e Lula deve ser impedido de concorrer pela Lei da Ficha Limpa.

Haddad tem ido a eventos de campanha e o PT afirma que o candidato a vice é o porta-voz de Lula. Ele não tem participado de debates e de entrevistas feitas por emissoras com candidatos a presidente.

Veja também:

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • comentários
publicidade