6 eventos ao vivo

TRE proíbe Tarso de usar gravação de Sartori sobre Tumelero

23 out 2014
15h38
atualizado às 16h04
  • separator
  • 0
  • comentários

A propaganda eleitoral do governador Tarso Genro (PT) que exibe uma gravação em que José Ivo Sartori (PMDB) faz piada com o piso salarial dos professores gaúchos não poderá mais ser veiculada na televisão nem no rádio. A decisão foi publicada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS) nesta quarta-feira. 

<p>Tarso Genro (PT) e José Ivo Sartori (PMDB), candidatos ao governo do Rio Grande do Sul</p>
Tarso Genro (PT) e José Ivo Sartori (PMDB), candidatos ao governo do Rio Grande do Sul
Foto: Terra

A coligação "O Novo Caminho Para o Rio Grande" entrou com uma ação que exigia a retirada da propaganda do ar alegando que a campanha petista havia usado "recursos de computaçãom gráfica, montagem e trucagem" para "ridicularizar o candidato Sartori". 

A juíza auxiliar Lusmary Fátima Turelly da Silva concedeu a liminar justificando que, segundo a lei eleitoral, a propaganda utilizou "ferramentas expressamente vedadas em inserções". O tribunal fixou multa de R$ 2 mil para cada nova inserção.

Sartori reforça apoio a Aécio e critica excesso de partidos
Relembre o caso
Em entrevista concedida ao Terra no início desta semana, o peemedebista, rebatendo críticas que o governador costuma fazer sobre sua suposta falta de propostas, afirmou que não quer fazer promessas durante a campanha. Para exemplificar, citou sua recusa em prometer o pagamento do piso nacional do magistério aos professores do Estado. 

"Fui ao CPERS [Sindicato dos Professores do Rio Grande do Sul] e não assinei o documento exigindo compromisso de pagar ou resgatar o salário, como é que se diz? O piso! Vou lá no Tumelero [rede gaúcha de lojas de materiais de construção] que eles dão um piso melhor. Ali tem piso bom", disse.

A brincadeira não foi bem vista pelos professores e também por alguns internautas, que imediatamente começaram a disparar uma série de piadas na internet

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade