PUBLICIDADE

TRE-RJ proíbe Pezão de fazer campanha em prédio público

Governador fluminense vai recorrer da decisão do TRE-RJ

25 ago 2014 09h00
| atualizado às 09h09
ver comentários
Publicidade
<p>Caso descumpra a ordem do Tribunal, governador poderá ser multado em R$ 5 mil</p>
Caso descumpra a ordem do Tribunal, governador poderá ser multado em R$ 5 mil
Foto: Governo do RJ / Divulgação

O governador do Rio de Janeiro e candidato à reeleição pelo PMDB, Luiz Fernando Pezão, não poderá fazer campanhas em prédios públicos. A decisão foi definida pelo desembargador Wagner Cinelli do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ).

De acordo com TRE-RJ, o magistrado proibiu o governador e seu candidato à vice, o senador Francisco Dornelles (PP-RJ), de fazerem campanhas em prédios públicos, divulgar as agendas nesses locais e utilizar servidores.

Em nota, a assessoria do candidato peemedebista afirmou que a equipe jurídica da campanha recorreu da decisão, pois “o candidato jamais fez campanha em prédio público”.  

“Pezão tem visitado os equipamentos do estado sem pedir voto, discursar ou distribuir qualquer material de campanha - o que é permitido pela legislação eleitoral e pode ser feito por qualquer candidato”, informa a nota.

A ação foi apresentada pela Coligação Frente Popular do candidato ao governo fluminense pelo PT, senador Lindberg Farias. A decisão, em caráter de liminar (decisão provisória), deve ser cumprida a partir da publicação no Diário da Justiça Eleitoral.

Caso descumpra a ordem do Tribunal, Pezão poderá ser multado em R$ 5 mil.

Guia do eleitor Guia do eleitor

Coligações partidárias: Dilma, Aécio e Eduardo CamposColigações partidárias: Dilma, Aécio e Eduardo Campos

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade