0

PE: aliados e adversários homenageiam Eduardo em propaganda

20 ago 2014
18h52
atualizado às 19h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O início do horário eleitoral dos candidatos ao governo de Pernambuco já tinha a estratégia definida por parte dos dois principais candidatos. Armando Monteiro (PTB), da oposição, e Paulo Câmara (PSB), que representa o governo, iriam usar o primeiro programa para se apresentar ao público. No entanto, a morte de Eduardo Campos em um acidente aéreo na última quarta-feira mudou os planos e o que se viu foram cenas em homenagem ao ex-governador de Pernambuco.

Ex-secretário da Fazenda do governo Eduardo Campos e desconhecido por boa parte dos eleitores de Pernambuco, Paulo Câmara estreou no horário eleitoral da TV reforçando sua ligação com o ex-governador. O programa do socialista ainda usou imagens do velório realizado no último domingo e de populares emocionados. Declarações de Eduardo foram bastante utilizadas e no fim o candidato destacou que os ideais do político pernambucano deveriam ter prosseguimento.

Armando Monteiro era aliado de Eduardo até o ano passado e foi eleito senador, em 2010, na chapa do socialista. Ao estrear no horário eleitoral, destacou que caminhou ao lado do ex-governador em vários momentos e que sabia reconhecer as suas qualidades. Apesar dos elogios pessoais a Eduardo e a sua gestão à frente de Pernambuco, Armando destacou que estavam em lados opostos nesta eleição. A mesma linha foi adotada pelo candidato ao Senado João Paulo (PT), ex-aliado de Eduardo.

O uso da imagem de Eduardo Campos também foi usado pelo candidato ao Senado Fernando Bezerra Coelho (PSB), que chegou a chorar no horário eleitoral. Atrás nas pesquisas de opinião de voto, perdendo para João Paulo, ele também recorreu a imagens de Renata Campos, viúva do ex-governador.

Os candidatos proporcionais da chapa liderada por Eduardo Campos também não economizaram ao invocar a figura do ex-governador. Eles seguiram uma orientação do presidente estadual do PSB, Sileno Guedes. Em encontro com os postulantes à Câmara e Assembleia Legislativa de Pernambuco, ele afirmou: "é importante que vocês convoquem para a concretização de um sonho de Eduardo Campos".

Demais concorrentes ao governo estadual, Jair Pedro (PSTU), José GOmes (PSOL) e Miguel Anacleto (PCB) ignoraram a morte de Eduardo Campos e focaram seus programas em outros temas. 

 

Veja também:

Vazão das Cataratas do Iguaçu aumenta com chuvas das últimas horas
Fonte: Especial para Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade