0

"Se TSE apurar denúncias, dá pra virar", diz Haddad

Candidato do PT minimizou resultado das pesquisas divulgadas na quinta e nesta sexta-feira

19 out 2018
11h15
atualizado às 12h39
  • separator
  • comentários

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, minimizou resultados de pesquisas eleitorais divulgados na quinta e nesta sexta-feira, que mostram vantagem folgada de Jair Bolsonaro (PSL) na corrida presidencial, e disse que se a Justiça Eleitoral apurar denúncias contra a campanha rival, se torna ainda mais confiante em uma virada.

Candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, durante entrevista coletiva em São Paulo
18/10/2018 REUTERS/Paulo Whitaker
Candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, durante entrevista coletiva em São Paulo 18/10/2018 REUTERS/Paulo Whitaker
Foto: Reuters

Pesquisa Datafolha divulgada na noite de quinta mostrou Bolsonaro na liderança com 59% dos votos válidos, contra 41% de Haddad. Já nesta sexta, levantamento do DataPoder360 colocou o candidato do PSL com 64% dos votos válidos, enquanto o petista soma 36%, e levantamento do Ipespe para a XP Investimentos deu 58% dos votos válidos a Bolsonaro e 42% a Haddad.

"Acho que dá (para virar), sobretudo com as denúncias de corrupção na campanha do Bolsonaro", disse Haddad à Reuters ao chegar no aeroporto do Rio de Janeiro. "Se o TSE apurar as denúncias, estou confiante."

O PT entrou nesta quinta-feira no Tribunal Superior Eleitoral com um pedido de investigação judicial contra a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) por abuso de poder econômico e uso indevido de meios de comunicação social, com base na suspeita de que a campanha esteja sendo beneficiada pelo disparo em massa de mensagens contra o PT, pagas por empresários simpatizantes do candidato do PSL.

Haddad disse ainda que o adversário vai na contramão dos princípios democráticos. "Ainda temos 10 dias para tentar salvar a democracia", disse ele ao desembarcar no aeroporto Santos Dumont, onde foi recepcionado por um grupo de simpatizantes e políticos.

Veja também

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade