PUBLICIDADE

Quer ser um dos focas do 'Estadão'? Tire suas dúvidas sobre o programa para jornalistas

Recém-formados e alunos do último semestre de jornalismo podem se candidatar até 18 de março; curso ocorre entre 15 de abril e 12 de julho

28 fev 2024 - 16h42
(atualizado às 20h03)
Compartilhar
Exibir comentários

Ainda não conhece o Curso de Jornalismo do Estadão? O programa de Focas, como é carinhosamente conhecido, foi criado em 1990 para servir como ponte entre a universidade e o mercado de trabalho. Ao longo desse período, já recebeu mais de mil alunos vindos de todas as regiões do País, profissionais que deixam sua marca na história do jornalismo brasileiro.

O curso ocorre anualmente, conta com parceria da Universidade de Navarra e é gratuito para os participantes. Selecionamos aqui as perguntas mais frequentes sobre o programa, que agora chega à sua 34ª edição. As inscrições para o processo seletivo podem ser feitas por meio de formulário online. até 18 de março.

Inscreva-se aqui

Como funciona o Curso Estadão de Jornalismo?

O programa teve início em 1990 e foi responsável por treinar cerca de mil jovens profissionais. Tradicionalmente, os alunos vêm de todas as partes do Brasil e o curso também pode contar, eventualmente, com recém-formados de outros países. Ao longo de sua existência, já recebeu participantes de: Alemanha, Angola, Argentina, Chile, Cuba, Espanha, Estados Unidos, Itália e Portugal.

Quantos jornalistas são selecionados?

As turmas contam com 30 focas brasileiros, selecionados em processo aberto e online, e até 2 focas estrangeiros, indicados por universidades internacionais.

Quem pode participar?

É preciso ser recém-formado (2023, 2022 ou 2021) ou estar no último semestre de jornalismo.

Não fiz faculdade de jornalismo, posso participar do curso?

Infelizmente, não. Trata-se de um programa para aperfeiçoamento de quem já tem previamente conhecimentos teóricos e práticos em jornalismo.

Posso fazer a seleção como treineiro?

Pode. Aliás, essa é uma boa forma de se preparar para fazer a seleção quando estiver se formando. O curso, no entanto, só aceita como aluno quem está no último semestre ou é recém-formado. Há casos de candidatos que ainda estão cursando a faculdade em outros períodos e foram encaminhados para oportunidades de estágio no Estadão.

Há preferência por alguma universidade?

Não. Historicamente, os aprovados vêm das mais variadas universidades públicas e privadas do País.

O processo seletivo tem quantas fases?

São apenas duas, feitas de forma online. A primeira ocorre junto com a inscrição. Os candidatos aprovados na etapa inicial são convidados para a segunda fase, que inclui dinâmica jornalística e produção de texto.

Até quando vão as inscrições?

O período de inscrição vai de 28 de fevereiro a 18 de março.

Quando ocorre a segunda fase de seleção?

A segunda etapa está prevista para ocorrer entre 25 e 28 de março.

Qual o período do curso?

A 34ª edição do programa de focas do Estadão será realizada entre 15 de abril e 12 de julho. As cinco primeiras semanas são totalmente online. E as demais ocorrem na sede do Estadão, em São Paulo. O curso é em período integral e conta com patrocínio do Mercado Livre.

É preciso pagar?

Não. O curso é gratuito para os selecionados.

Há ajuda de custo?

Sim. Existe a possibilidade de ajuda de custo para os alunos aprovados que demonstrarem necessidade de auxílio.

O programa gera vínculo empregatício?

Não. Trata-se de um curso de aperfeiçoamento para jovens jornalistas, sem vínculo empregatício.

Consigo conciliar o curso com o fim da faculdade?

O programa ocorre em período integral, com atividades pela manhã e à tarde. A depender de quão avançado você estiver no processo de TCC, é possível conciliar com o curso.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade