PUBLICIDADE

Pesquisadores da USP estão entre os mais influentes da ciência mundial

Instituição brasileira tem 247 representantes no ranking elaborado pela Universidade de Stanford. Unicamp e Unesp também aparecem na lista

31 out 2022 - 12h25
Compartilhar
Exibir comentários

Cientistas da USP (Universidade de São Paulo) estão entre os mais influentes do mundo. A informação é do Updated science-wide author databases of standardized citation indicators, estudo internacional elaborado pela Universidade de Stanford que lista, todos os anos, os pesquisadores de maior relevância mundial para a ciência. Ao todo, 247 cientistas da instituição figuram no ranking. Outras brasileiras, como Unicamp e Unesp, também aparecem.

Foto: Science in HD/Unsplash/Reprodução / Guia do Estudante

Os cientistas da USP citados dividem-se em 15 áreas do conhecimento, como agricultura, biologia, química, engenharia e economia. A área com maior número de representantes é medicina, com 105 pesquisadores. Entre eles, está a médica Ludhmila Abrahão Hajjar, voz revelante durante a pandemia de covid-19 e que declinou um convite para se tornar ministra da Saúde.

O Jornal da USP compilou nesta lista todos os pesquisadores da universidade que aparecem no ranking.

O estudo usa como referência a Scopus, base de dados mundial que reúne informações sobre citações de estudos acadêmicos. A partir de um índice que balanceia diversos fatores - como coautoria, por exemplo - os pesquisadores mais citados naquele ano são considerados os mais influentes da ciência mundial.

Em 2020, a USP tinha 158 representantes na lista. Subiu para 230 no ano passado e alcançou 247 neste ano.

Guia do Estudante
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade