1 evento ao vivo

Vapor de Ozônio conquista clínicas estéticas e barbearias

5 dez 2019
16h34
atualizado às 18h21
  • separator
  • 0
  • comentários

O vapor de ozônio é um equipamento que libera vapor de água que pode ser combinado ou não com o ozônio. Além disso, pode ser usado para aromaterapia. É o caso do Dermosteam, da empresa Ibramed.

Foto: hsmed / DINO

O objetivo do vapor de ozônio é promover nutrição, hidratação, emoliência e limpeza de pele. Nele existe um depósito onde se coloca água e a mesma entra em ebulição, fazendo com que saia vapor do aparelho. Em conjunto, é possível ligar o ozônio e também realizar aromaterapia. O ozônio presente no equipamento é liberado quando a corrente elétrica gera uma faísca que é disparada pela ebulição da água. Ou seja, o ozônio só pode ser utilizado em conjunto com o vapor, mas o vapor não precisa ser utilizado com o ozônio.

Um uso muito comum do vapor de ozônio é na limpeza de pele a fim de se obter emoliência da pele e facilitar a extração ou facilitar a permeação de ativos. Além disso, o vapor gera liberação de toxinas pela sudorese causada.

O vapor de ozônio também é bactericida e fungicida, sendo muito utilizado em pele acneica. Por gerar vasodilatação, também é possível utilizar vapor para afecções capilares, como alopecia.

O ozônio é uma molécula que é formada por três átomos de oxigênio (O3). Acontece um centelho e o oxigênio da molécula de água (H2O) é desprendido; quando três moléculas se juntam, formam o ozônio. O ozônio tem efeito anti-inflamatório, antisséptico, bactericida ou bacteriostático, fungicida e germicida. Ele gera um efeito térmico, fazendo com que haja aumento do fluxo sanguíneo por consequente vasodilatação causada pelo calor. Sendo assim, há uma melhora no aporte de oxigênio e nutrientes no tecido e há melhora no trofismo.

Pode ser utilizado também para acelerar o processo de cicatrização de feridas. O ozônio tem propriedades antioxidantes que influenciam em eventos bioquímicos no metabolismo celular, gerando reparação tecidual.

A aromaterapia é uma técnica que consiste em utilizar óleos essenciais vegetais para promover efeitos bioquímicos no corpo. Cada óleo tem diversas propriedades específicas e eles se comportam como hormônios fisiológicos do nosso corpo. Sendo assim, é preciso ter muito cuidado na sua manipulação, pois são facilmente permeados na pele e contém certo grau de irritabilidade.

No vapor de ozônio, é possível utilizar os óleos essenciais como aromas. Como se sabe, o cheiro é molécula química e, por isso, também têm interação com o indivíduo semelhante ao uso de maneira tópica. O óleo é colocado de 2 a 3 gotas na esponja que fica na ponta do equipamento. Não colocar direto na água porque pode danificar o aparelho.

As barbearias também estão atentas ao mercado da estética. O crescimento deste mercado estimulou a repaginação das barbearias, que hoje utilizam recursos tecnológicos como diferenciais. O vapor de ozônio passou também a ser utilizado no barbear, pois garantem a hidratação e maciez facial, além de promover ação bactericida e fungicida, diminuindo os riscos de inflamações como a foliculite.



Website: http://www.hsmed.com.br

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade