4 eventos ao vivo

Usar software jurídico poupa 20h/mês por colaborador em escritórios de advocacia

Programas de auxílio jurídico ajudam no aumento da produtividade, dizem especialistas

9 out 2019
19h00
atualizado às 20h03
  • separator
  • 0
  • comentários

Um dos principais problemas que escritórios de advocacia enfrentam atualmente é a perda de tempo dos seus colaboradores com tarefas mecânicas e repetitivas. Isso leva a uma perda de produtividade sensível no fim do mês. No entanto, muitas empresas estão resolvendo isso com o uso de um software jurídico .
Existem programas digitais que ajudam profissionais do Direito a trabalharem de maneira mais ágil, lidando com a maior parte das tarefas mecânicas e repetitivas da área. Esses softwares aplicam o uso de Inteligência Artificial para gerar um trabalho mais produtivo e sem erros.
Diante disso, alguns escritórios já registram, em média, economia de 20 horas mensais por cada colaborador. É o caso dos escritórios que usam o SAJ ADV, uma das principais opções do mercado.

Foto: DINO / DINO

"Com nosso software jurídico , os escritórios estão economizando cerca de 20 horas mensais para cada colaborador. Com essas horas, eles podem captar novos clientes, focar em aprimoramento profissional, alcançar melhorias em petições ou pesquisas de jurisprudência", explica o especialista do SAJ ADV.
Uma das principais razões para o aumento de produtividade nos escritórios que adotam o software jurídico é o uso de Inteligência Artificial para automatizar algumas das tarefas que mais consomem horas de trabalhos dos profissionais de Direito.

Um exemplo claro sobre isso é a checagem de novidades em processos no sistema eletrônico do Judiciário, conforme explica o especialista:
"Um escritório de advocacia grande gera, em média, algo como 50 a 60 notificações por dia com suas centenas de processos. Se cada profissional de Direito tiver de parar o dia de trabalho para entrar no sistema e verificar se houve alguma novidade em seus processos, ele perderá horas preciosas por mês."
Por essa razão, uma das funções mais usadas dos softwares jurídicos é a capacidade de gerar automaticamente as novidades dos processos do escritório com base no número de inscrição na OAB de cada advogado. Assim, o profissional não precisa parar o seu dia para verificar as novidades, já que ele é informado automaticamente caso haja alguma notificação em seus casos.

Outro recurso muito importante que ajuda na produtividade dos escritórios de advocacia é o uso de Inteligência Artificial para autocompletar documentos importantes para os advogados.
Por exemplo, um pedido de Habeas Corpus é relativamente semelhante entre todos os clientes, mudando apenas os dados de identificação de cada pessoa e a argumentação em favor do beneficiário da petição.

A Inteligência Artificial pode autocompletar os dados do documento de modo a facilitar o trabalho do advogado e garantir que ele tenha mais tempo para focar seus esforços na argumentação e busca de jurisprudência para auxiliar o seu cliente.
"Para o advogado, usar o sistema é muito fácil. Basta cadastrar os modelos e templates de documentos no sistema e fornecer os dados dos seus clientes, que o programa faz o preenchimento automático para poupar tempo", explica o especialista.
Mas os benefícios do uso de um software jurídico em um escritório de advocacia não param apenas nas tarefas cotidianas. Eles são sentidos em todas as outras áreas também.

Um dos principais exemplos é na qualidade do atendimento ao cliente, uma área vital para o sucesso financeiro de um escritório de advocacia.
"Conseguir atender bem um cliente é essencial para que um advogado tenha sucesso. Não só em ganho de causas, mas também em ser prestativo em reuniões e encontros", diz o especialista.

Os programas jurídicos têm auxiliado os advogados nessa área também, especialmente aqueles que usam a computação em nuvem como ferramenta de trabalho.
Trabalhar em nuvem permite que todos os documentos, como dados de clientes, processos ou tarefas, sejam armazenados digitalmente em um servidor criptografado. Por causa disso, o acesso pode ser feito de qualquer dispositivo e em qualquer lugar.
"Se o advogado estiver em uma reunião com um cliente e for questionado sobre o status de um caso específico, ele pode tirar o celular do bolso e fazer a consulta imediatamente no software, por exemplo", explica o especialista do SAJ ADV.

Além disso, o mesmo advogado pode resolver alguma questão no caminho entre uma reunião e outra ou quando chegar em casa. Não é mais necessário esperar estar no escritório para poder lidar com os diversos assuntos.
No entanto, a computação em nuvem levanta questões de seguranças para os advogados. Afinal, os documentos dos clientes são sensíveis e devem ser protegidos a todo custo. Há risco em usar programas em nuvem? Os especialistas garantem que não.

"A computação em nuvem é segura. Sua comunicação é criptografada com as técnicas mais avançadas disponíveis atualmente. A segurança é tão forte que invasores desistem e preferem focar em estimular um erro humano por parte do usuário, já que o programa em si é inquebrável", revela o especialista do SAJ ADV .
Armazenar documentos em nuvem ajuda com a produtividade dos advogados, mas também com a otimização do espaço dos escritórios, que não precisam mais servir de depósito para documentos envolvendo as centenas de clientes.

Considerando todos os benefícios de usar um software jurídico, não é de se espantar que a adoção do recurso tem crescido muito na área do Direito, com cada vez mais escritórios apostando nesses programas para melhor desempenho.
"Os softwares jurídicos são uma realidade do mercado. Muitos escritórios usam e começam a sentir os benefícios de desempenho. Eventualmente, quem ficar de fora não conseguirá competir com o aumento de produtividade dos adversários", conclui o especialista do SAJ ADV.



Website: https://www.sajadv.com.br/

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade