9 eventos ao vivo

Startups do mercado imobiliário nacional e internacional chegam à terceira onda tecnológica

22 mai 2017
10h48
  • separator
  • comentários

Elas são mais de 4 mil no Brasil, segundo a ABS - Associação Brasileira de Startups. Precisamos dessas empresas que realmente surgem e crescem a despeito das crises econômicas e questões internas do país.

Foto: DINO

Surgiram a partir do começo dos anos 2000, são chamadas de startups online que oferecem informações sobre casas e apartamentos , com o toque da primeira onda de inovação tecnológica do mercado imobiliário .

Este perfil online chegou ao Brasil através de jovens empreendedores como a Loopimóveis.com, um dos maiores portais imobiliários nacionais, que já atingiu seu break even e parte para a segunda onda do mercado imobiliário.

Mas para entender que segunda onda é essa, é importante lembrar que a primeira onda online do setor é ainda representada pelos grandes players como o Zillow, Trulia e REA, este último na Austrália. Estas startups oferecem os imóveis para compra e aluguel via internet, e hoje já acompanham o nascimento de outras startups que irão ser suas parcerias para melhorar o volume da dados do segmento. Tais empresas parceiras são B2B e ofertam softwares de interface amigável para os players mundiais do mercado imobiliário conseguirem utilizar os dados armazenados na primeira onda e treinar seus corretores, além de atualizar constantemente as incorporadoras de forma a agilizar processos de compra e venda e ou aluguel de imóveis.

Tendências mundiais de segmentos em startups alinhados com os portais imobiliários

De acordo com especialistas internacionais acerca de empreendedorismo, as startups neste ano se concentrarão em determinados nichos:
• Cidades inteligentes;
• Realidade virtual;
• Acessibilidade e inclusão;
• Nanotecnologia;
• Soluções bancárias e Fintechs - segmento de finanças com operações mais baratas para os clientes;
• Internet das coisas - a internet na rotina do consumidor, com destaque para as soluções de eletroeletrônicos;
• Serviços em nuvem - ótima solução para empresas que precisam armazenar muitos dados. Além de um investimento de 50 bilhões de dólares até 2020 em inteligência artificial.

Ao que parece os portais verticais do mercado imobiliário , como o Loopimóveis.com, estão no caminho certo, afinal unem quase que todas as tendências acima e investem na tecnologia para romper qualquer crise econômica. Segundo os sócios da startup, Luiz Eduardo Perna e Roonie Sang, foram realizados investimentos da ordem de quase 500 mil reais em TI em 2017, destes cerca de 200 mil reais estão focados em inteligência artificial.

A startup surge com o diferencial da filtragem interna de leads. "O cliente investe pelo lead entregue, e todos os leads passam por uma triagem. Das 9 às 20 horas realizamos a verificação dos leads, todos os dias. No período de até 15 minutos entramos em contato com esse futuro comprador do imóvel", afirmam os sócios do Loopimóveis.com. A nova e segunda onda do setor imobiliário chega através deste portal para 1600 cadastros entre imobiliárias e corretores; além de 65 construtoras de peso.

O movimento do setor está garantido com a inovação e o fôlego de uma utilização cada vez mais inteligente dos dados sobre consumidores e ainda para o crescimento dos negócios online B2B.

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade