0

Redes 5G irão revolucionar o uso da internet e rotina das empresas

12 jun 2019
16h25
atualizado em 13/6/2019 às 08h55
  • separator
  • comentários

Um grande salto evolutivo, a quinta geração das redes móveis (5G) vem sendo amplamente discutida, mas isso não faz com que não existam dúvidas sobre o seu funcionamento e as reais consequências do avanço da rede 5G em todo o mundo. O início da implantação das redes de quinta geração está previsto para 2020, no entanto, espera-se que seu pleno funcionamento ocorra por volta de 2025, pelo menos nas principais metrópoles do mundo. Desenvolvida para comportar o crescente volume de informações trocado diariamente, essa tecnologia terá resultados expressivos, possibilitando a geração de novos modelos de negócio e mudar totalmente a relação com a vida em sociedade.

Foto: DINO / DINO

As redes 5G prometem aos seus futuros usuários uma cobertura mais ampla e eficiente, maiores transferências de dados, além de um número significativamente maior de conexões simultâneas. Estima-se que o 5G será capaz de entregar velocidades 50 a 100 vezes maiores, podendo alcançar até 10 Gbps. De acordo com estimativas, as redes 5G devem ainda consumir menos energia que as redes atuais, o tempo de conexão entre aparelhos devem ser menores do que 5 milissegundos, o número de aparelhos conectados por área devem ser 50 a 100 vezes maior que o atual e devem ser realizados aumentos drásticos na duração da bateria de dispositivos rádio receptores.

A principal vantagem que o 5G trará ao mercado estará na possibilidade de criar novos segmentos de negócios e fomentar uma sociedade cada vez mais conectada. A redução do consumo de energia poderá diminuir os custos futuros, além de torná-la mais ecológica. Com mais aparelhos conectados, a internet das coisas ganhará um fôlego a mais e possibilitará o desenvolvimento de soluções mais inteligentes e conectadas, para residências, ruas, hospitais, comércios e indústrias. O dia a dia das empresas ganhará ainda mais agilidade e produtividade. A evolução não será apenas tecnológica, mas também econômica, segundo um estudo da Ericsson, a rede 5G poderá criar um mercado de 1.200 bilhões de dólares nos próximos dez anos.

De acordo com Mario Mendes, Diretor Presidente da Olitel , as mudanças não ficarão restritas somente a telefonia ou alta tecnologia, todos os setores serão beneficiados com as redes 5G. "As redes 5G vão além funções de chamada, navegação na web ou realidade virtual, é uma alternativa para um mundo mais conectado e preparado para avanços em pesquisa e desenvolvimento", explica.



Website: https://www.olitel.com.br/

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade