7 eventos ao vivo

O Futuro do Mercado de EAD (Ensino a Distância) no Brasil

4 jan 2019
13h19
  • separator
  • 0
  • comentários

De acordo com dados apresentados na revista Forbes, o mercado de E-learning nos EUA irá bater a incrível marca de $325 bilhões de dólares até 2025. A última previsão apresentada também na Forbes fazia uma projeção de $107 bilhões de dólares até 2015, o que foi comprovado e superado nos anos seguintes.

Foto: Alessandro San / DINO

Por que o mercado de EAD (E-learning) nos EUA é tão forte e consolidado? E por que o Brasil continua abaixo do seu real potencial? Foi exatamente isso que partimos para descobrir nessa matéria. 

Um mercado BILIONÁRIO com B de Brasil. Mas que por enquanto, ainda não faz sombra
do que já acontece nos EUA, diz Natanael Oliveira, CEO da Marketing Com Digital e Make Sales Daily Corp.

A maioria dos empresários já reconhecem o poder da internet para os seus negócios. Mas ao mesmo tempo, a grande maioria dos donos de negócios confessam que ainda se sentem perdidos quando o assunto é gerar negócios usando a internet.

"Mesmo aqueles que dominam as ferramentas do mundo digital e as mídias sociais, ainda sofrem tentando transformar likes em vendas, comentários em faturamento e compartilhamentos em dinheiro no bolso." Natanael também acrescenta que quando o assunto é usar todo o potencial do E-learning ou (EAD) ensino à distância, a situação fica um pouco mais complicada."  

"Falta uma ÚNICA coisa acontecer para que o Brasil viva o mesmo BOOM de crescimento no mundo do EAD. E eu não estou falando de simplesmente "mais alunos", estou falando de entrarmos na categoria de um mercado bilionário (principalmente quando o assunto for lucratividade do ramo)."Afirma Oliveira.

O mercado de EAD no Brasil já passou da casa dos 1,5 milhões de alunos. E sobre esses números, Natanael ressalta que se levarmos em conta que a maioria dos dados levantados levam em consideração instituições de educação no nível técnico e acadêmico(Cursos supletivos, graduações, pós-graduações), esse número seja um pouco maior. 

Nesse sentido, Oliveira aponta durante a nossa conversa que é exatamente aqui que temos 2 grandes oportunidades:

01 - "O mundo do EAD ainda está muito relacionado as faculdades, cursos profissionalizantes.
Basicamente opções online para quem não pode se locomover, ou mora em regiões mais distantes. A grande oportunidade que ainda está aberta é um novo olhar para o EAD como modelo de negócios, mais propriamente como um novo tipo de negócio."

O exemplo que Natanael cita é de uma empresa que vende brinquedos para crianças (Ecommerce). "Ela pode criar uma nova fonte de lucro (nova empresa), com cursos para os pais que querem aprender como ajudar no desenvolvimento dos seus filhos. É uma combinação perfeita que já acontece nos EUA em diversos ramos."

Outro exemplo ainda são cursos que falam sobre como ganhar dinheiro como maquiador profissional, criados por empresas que tem e-commerce de cosméticos. "E essa não é a história completa." Acrescenta Natanael... "Existem ainda aqueles que criam sua própria plataforma de educação online e simplesmente compartilham o seu conhecimento e experiência, empacotado em cursos online. Somente quando os empreendedores dos mais diversos ramos de atuação, começarem a enxergar o EAD como uma plataforma de LUCRO à distância, o Brasil irá avançar para o próximo nível."

02 - "O EAD é para quem quer resultados e não apenas um certificado." Natanael acrescenta que o começo do EAD foi muito marcado pela chance de disseminar as oportunidades para uma educação de altíssimo nível por um custo baixíssimo, mas que existe um problema: A taxa de presença no EAD nunca foi a das melhoras, principalmente para cursos gratuitos. "Um outro problema ainda mais grave ( o que gera muitas críticas ao modelo ) é a qualidade dos alunos formados pelo ensino à distancia. Mas não quero entrar nesse mérito." 

Oliveira diz que o ponto é que existem aqueles alunos que buscam o certificado de conclusão. "Quero melhorar o meu currículo..." E revela ainda que existe um outro grupo (muito mais consumidor) que são aqueles que buscam crescer na sua carreira ou avançar nos negócios.

"Foi nesse contexto que surgiram empresas voltadas para o desenvolvimento profissional ou desenvolvimento de empresas (um dos grandes nichos do EAD). O site Lynda.com é um exemplo disso." A empresa foi comprada pelo LinkedIn por 1.5 bilhões. E hoje os cursos são disponibilizados para os usuários premium da rede social.

P: O que você acha que está faltando para o Brasil avançar no mundo do EAD? 

R - O mercado digital no Brasil está muito aquecido, apesar de existirem "bolhas" bem definidas. Existem pessoas do mundo do internet marketing que não se misturam com as pessoas do "marketing" e uma série de outros pontos que precisam ser superados para que o Brasil cresça nesse mercado. 

Ainda existe uma discussão do tipo: Inbound ou Funil de Vendas? Mídias Sociais ou Email Marketing? Discussões que já foram superadas nos EUA. O foco é usar o que temos a nossa disposição da maneira que seja benéfica para cada negócio. E isso volta para o próprio EAD. Quando os empresários brasileiros entenderem que eles podem vender mais dos seus produtos e serviços, criando uma nova fonte de lucro educacional, Bingo!

Natanael pontua que as perguntas-chave na verdade são:

"Como os empresários dos mais diversos ramos e portes, podem usar o EAD como uma nova fonte de lucro para suas empresas?

Que tipo de estrutura é necessária para começar?

Qual o investimento inicial?

Quais as melhores estratégias de marketing para gerar negócios nesse mercado?

Como integrar o novo negócio digital com o seu negócio atual (físico ou prestação de serviço)?

Qual o maior erro você precisa EVITAR na hora de criar o seu primeiro treinamento online?

Qual a ÚNICA coisa que você precisa fazer para gerar vendas todos os dias nesse universo?"

Esses são os questionamentos bases para começar a criar uma nova fonte de lucro para qualquer empresa, é o que defende Natanael. 

Serviço: 

Natanael Oliveira disponibilizou uma série de 7 lições gratuitas, contando os bastidores da sua jornada na criação de uma plataforma de educação online e explicando todos os passos necessários para a criação de produtos digitais.



Website: https://natanaeloliveira.com/novos-produtores

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade