6 eventos ao vivo

Medicina na era digital: redes sociais e marketing médico

Crescimento de perfis médicos nas redes sociais têm aumentado significativamente

9 jul 2020
12h59
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

É indiscutível que as redes sociais revolucionaram a maneira das pessoas se comunicarem. Desde um simples bate papo-com um velho amigo de infância até shows de grandes artistas: tudo é feito usando esta tecnologia.

Foto: Aplanex / DINO

E os indicadores apontam para um crescimento exponencial: no último ano, segundo relatório Digital in 2019, do site We are Social, foram 10 milhões de novos usuários brasileiros em redes sociais, um aumento de 8% em relação ao período anterior.

Por ser um veículo de divulgação em massa, as redes sociais se transformaram em uma grande vitrine para as empresas, comércio varejista e serviços em geral.

E qual o papel da área médica e saúde na revolução do marketing digital?

Autoridade, empatia e confiança são características fundamentais para um profissional da área médica e podem ser transmitidas a partir de um trabalho sólido no ambiente digital.

Na área de saúde, é preciso ter muito cuidado quando o assunto é marketing. Para que a divulgação não saia do controle e prejudique a sua imagem profissional, é necessário trabalhar com elementos que assegurem a credibilidade da comunidade médica. Segundo a diretora Jéssica Pires, da Aplanex Marketing Digital, especializada em gestão de redes sociais na área médica e de saúde, "o objetivo não é apenas conseguir pacientes; gerar autoridade digital e colaborar para o bem-estar são desejos comuns à maioria dos médicos. Há quase um consenso da responsabilidade social dos profissionais da área médica diante da comunidade. É essencial produzir conteúdo relevante, para ajudar as pessoas a buscar informações corretas, o que naturalmente aproxima o profissional de seu público".

Além disso, ao realizar publicidade na área médica, os profissionais devem estar atentos às normas estabelecidas pelo Conselho Federal de Medicina, que regulam o que pode ser divulgado e, principalmente, o que não deve ser feito. É importante lembrar que algumas práticas normalmente usadas por empresas nas redes sociais não são permitidas no marketing médico. Então é preciso ficar atento e saber como utilizar essas ferramentas sem cometer irregularidades.

"Temos sido procurados com frequência por profissionais da área médica para iniciarmos um trabalho profissional nas redes sociais, respeitando a legislação vigente e contribuindo para o esclarecimento da população por fontes mais confiáveis. Há relatos de médicos que receberam notificações do conselho por realizarem publicidade de maneira inadequada e, em boa parte das ocorrências, estes clientes não foram orientados por empresa especializada em marketing digital médico", completa Jéssica.

Obviamente, existem muitos pontos de atenção para produzir um conteúdo que seja realmente sério e que ofereça valor para o seu público. Mas somente isso não é suficiente. A definição de objetivos claros, mapeamento do público-alvo, elaboração de um plano de ação individualizado, a produção de conteúdo relevante aliados a técnicas de marketing, é que de fato geram visibilidade nas mídias sociais com autoridade digital.



Website: http://www.aplanex.com

Veja também:

Limitar pagamentos de precatórios garante R$ 40 bilhões a novo programa social do governo
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade