2 eventos ao vivo

Maikon Balbino: cantor evangélico e gay. Por que não?

Cantor fala de seus problemas por ser cantor evangélico gay e o lançamento de novo clipe

3 abr 2019
22h26
  • separator
  • 0
  • comentários

O cantor Maikon Balbino iniciou sua carreira no mercado gospel em 2007 quando era membro de uma igreja evangélica tradicional.

Foto: Divulgação Talentmix / DINO

Hoje aos 29 anos de idade, pertence a uma igreja inclusiva e sua meta principal é dizer a todos que Deus não faz acepção de pessoas.

Como na maioria dos casos, o cantor enfrentou dificuldades de exercer o seu "chamado" na igreja, devido à sua sexualidade.

"É muito triste, uma vez cheguei a ser convidado a participar de um encontro de jovens em uma igreja. Quando disse que era homossexual fui automaticamente desconvidado do evento. Não posso esconder minha identidade e o Deus que eu conheço é aquele que aceita seus filhos como são e ele tem um propósito para a vida de cada um. Hoje as pessoas frequentam a igreja defendendo interesses e teorias, as vezes infundadas, e somos surpreendidos com frequência com notícias e escândalos envolvendo os responsáveis pelas igrejas."

Hoje, Maikon é membro da igreja Comunidade Cidade de Refúgio, igreja que aceita a todos independentemente de sua orientação sexual.

Recentemente lançou a música "Estou Aqui" gravada com a participação da cantora Leonora Aquilla já ultrapassou mais de 30 mil execuções nas plataformas digitais, Spotify, Deezer entre outras.

Até o final do ano Maikon Balbino irá lançar o seu novo CD de louvores, intitulado "Resplandecer", e promete grandes novidades e participações especiais surpreendentes!

Redes sociais: @maikonbalnino

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade