PUBLICIDADE

Luiz Manoel de Amorim Nogueira Júnior explica por que o chocolate é venenoso para cães

3 jan 2020 19h52
ver comentários
Publicidade

Luiz Manoel de Amorim Nogueira Júnior, criador de cães da raça American Staffordshire Terrier e dono do Canil Toca do Jalapão, conta sobre os danos que o chocolate pode trazer aos cães.

Foto: Cachorro e Chocolate / DINO

Manoel explica que a maioria dos donos não sabe que alguns dos alimentos que as pessoas adoram comer podem ser fatais para os cães, principalmente o chocolate. Na bondade de querer dividir com o amigo os petiscos, a ação acaba sendo perigosa.

Os riscos do chocolate para os cães

A substância presente no chocolate que é tóxica para os cães se chama teobromina. O organismo humano metaboliza esse componente com facilidade, porém, o organismo dos cães não tem capacidade para eliminar a teobromina antes que o corpo acabe intoxicado.

Cada tipo de chocolate tem um teor diferente de teobromina. Os mais comuns são:

Chocolate ao leite: para 100g deste chocolate, 154mg são de teobromina e apenas 350 g podem ser fatais para um cão de 6 kg.

Chocolate meio amargo: para 100g deste chocolate, 528 mg são de teobromina e apenas 110g podem ser fatais para um cão de 6kg.

Chocolate culinário: utilizados para fazer doces e bolos, este tipo possui 1.365mg de Teobromina a cada 100g de chocolate. Apenas 35g dele é fatal para cães de 6kg.

A dica de Luiz Manoel de Amorim Nogueira Júnior é nunca dar chocolate para cães, mesmo que seja o branco (mais inofensivo). Além das questões do organismo dos cachorros, também há as particularidades do corpo de cada um. Por isso, o ideal é sempre dar alimentos que foram desenvolvidos e fabricados para o bem-estar dos pets.

Mais sobre Luiz Manoel de Amorim Nogueira Júnior:
Artigo que mostra como transportar cães no carro
Flickr do Luiz



Website: https://www.flickr.com/people/luiz-nogueira-jr/

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade