0

Estudo da Thales: organizações em todo o mundo não conseguem proteger adequadamente dados confidenciais na nuvem

8 out 2019
12h41
  • separator
  • 0
  • comentários

Um novo estudo mundial da Thales, em parceria com o Ponemon Institute, expôs uma crescente disparidade entre o rápido crescimento de dados armazenados na nuvem e a abordagem de uma organização quanto a segurança da nuvem. Embora quase metade (48%) dos dados corporativos esteja armazenada na nuvem, apenas um terço (32%) das organizações admite que empregam uma abordagem de segurança em primeiro plano para armazenamento de dados na nuvem.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20191008005733/pt/

(Photo: Thales)

(Photo: Thales)

Examinando mais de 3 mil profissionais de TI e segurança de TI na Austrália, Brasil, França, Alemanha, Índia, Japão, Reino Unido e EUA, a pesquisa constatou que apenas uma em cada três (31%) organizações acredita que proteger os dados na nuvem é de sua própria responsabilidade.

Maior uso da nuvem, mas com riscos

Com a proliferação de serviços baseados na nuvem, as empresas e outras organizações dependem cada vez mais dos provedores de nuvem. De fato, quase metade (48%) das organizações possui uma estratégia que inclui várias nuvens, como a Amazon Web Services (AWS), a Microsoft Azure e a IBM entre as três principais. O estudo constatou que, em média, as organizações usam três provedores de serviços em nuvem diferentes e mais de um quarto (28%) usa quatro ou mais.

Apesar de armazenar dados confidenciais na nuvem, quase a metade (46%) dos entrevistados revelou que armazenar dados do consumidor na nuvem torna-se um risco a mais para a segurança da empresa. Mais da metade (56%) também observou que representava um risco para compliance. Além disto, as organizações acreditam que os provedores de serviços em nuvem são os principais responsáveis por dados confidenciais na nuvem (35%),àfrente da responsabilidade compartilhada (33%) e de si mesmos (31%). Embora as empresas estejam assumindo a responsabilidade dos provedores de nuvem, apenas 23% dizem que a segurança é um fator para selecioná-los.

"Com as empresas cada vez mais procurando usar várias plataformas e provedores de nuvem, é vital que eles entendam quais dados estão sendo armazenados e onde", disse Larry Ponemon, presidente e fundador do Ponemon Institute. "O desconhecimento destas informações torna praticamente impossível proteger os dados mais confidenciais - deixando estas organizações em risco. Incentivamos todas as empresas a assumir a responsabilidade de entender onde estão seus dados para garantir que estejam seguros."

Aumento da criptografia, mas as organizações entregam as chaves aos provedores de nuvem

Cerca da metade (51%) das empresas e outras organizações ainda não usam criptografia ou tokenização para proteger dados confidenciais na nuvem. O estudo descobriu disparidades regionais em termos de segurança de dados, com as organizações alemãs sendo as mais avançadas no uso de criptografia em 66%.

As organizações estão entregando as chaves de seus dados criptografados aos provedores de nuvem. Quase metade das empresas de nuvem (44%) fornece as chaves de criptografia quando os dados são criptografados na nuvem,àfrente das equipes internas (36%) e de terceiros (19%). Além disto, 53% estão controlando estas chaves de criptografia, apesar de 78% afirmarem que é importante que a organização mantenha o controle das chaves.

Mais da metade das empresas (54%) acha que o armazenamento na nuvem dificulta a proteção de dados confidenciais, contra 49% no ano passado. Mais de 70% acredita que os dados em um ambiente em nuvem são mais difíceis de proteger devidoàcomplexidade da gestão de regulamentos de privacidade e proteção de dados, enquanto outros dois terços (67%) citaram a dificuldade de aplicar métodos de segurança convencionais na nuvem.

"Este estudo mostra que as empresas hoje estão aproveitando as oportunidades que as novas opções de nuvem oferecem, mas não estão tratando adequadamente a segurança dos dados", disse Tina Stewart, vice-presidente de estratégia de mercado para proteção em nuvem e atividade de licenciamento na Thales. "Tendo empurrado a responsabilidade aos provedores de nuvem, é surpreendente ver que a segurança não é um fator primário durante o processo de seleção. Não importa qual modelo ou provedor você escolhe; a segurança dos dados da sua empresa na nuvem deve ser de sua responsabilidade. A reputação da sua organização está em risco quando ocorre uma violação de dados, por isto é fundamental garantir que as equipes internas mantenham um olhar atentoàsua postura de segurança e sempre assegurem o controle das chaves de criptografia."

Para mais informações, assista nosso webinar "Tendências globais em segurança na nuvem: lacunas na segurança persistem em um mundo com várias nuvens" que irá ocorrer em 7 de novembro ou acesse o site Estudo de segurança na nuvem da Thales 2019.

Metodologia da pesquisa

Esta pesquisa foi conduzida pelo Ponemon Institute em nome da Thales, com 3.667 profissionais de TI e segurança de TI pesquisados na Austrália, Brasil, França, Alemanha, Índia, Japão, Reino Unido e Estados Unidos.

Informações e opiniões do setor sobre as últimas tendências em segurança de dados podem ser encontradas no blog da Thales em blog.thalesesecurity.com.

Siga a Thales no Twitter, LinkedIn, Facebook e YouTube.

Sobre a Thales

A Thales (Euronext Paris: HO) é um líder mundial em tecnologia que está moldando hoje o mundo do amanhã. O Grupo fornece soluções, serviços e produtos a clientes nos mercados aeronáutico, espacial, transporte, identidade e segurança digital, e defesa. Com 80.000 funcionários em 68 países, a Thales gerou vendas de € 19 bilhões em 2018 (em uma base pro forma, incluindo a Gemalto).

A Thales está investindo principalmente em inovações digitais - conectividade, Big Data, inteligência artificial e segurança cibernética - tecnologias que dão suporte a empresas, organizações e governos em seus momentos decisivos

VISITE A
Thales Group
Segurança
Baixe fotos em HD

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20191008005733/pt/


Contato:

Thales, Relações com a Mídia

Segurança

Constance Arnoux

+33 (0)1 57 77 91 58

constance.arnoux@thalesgroup.com


Fonte:

BUSINESS WIRE

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade