10 eventos ao vivo

Debate sobre inovação reuniu educadores em Cuiabá

Cuiabá Evento nacional aconteceu dia 18 de maio, no Deville Prime

20 mai 2019
13h54
atualizado às 15h29
  • separator
  • 0
  • comentários

A Educação passa por mudanças constantes, influenciadas principalmente pelas inovações tecnológicas e sociais, que refletem diretamente no que será exigido dos profissionais em um futuro próximo. Como o Ensino Básico prepara os alunos para enfrentar esses desafios futuros? São necessários a discussão e o pensamento conjunto para que as escolas apliquem, no dia a dia, a Educação 4.0, na qual o professor deixa de ser o protagonista e passa a mediar o desenvolvimento do aluno com foco na realidade diária e no uso ampliado de tecnologia.

Foto: divulgação / Central Press / DINO

É com esse intuito que aconteceu, no sábado, dia 18 de maio, o evento "Um Dia Positivo", em Cuiabá. Promovido pelo Sistema Positivo de Ensino, o encontro reuniu 100 gestores e 300 professores de escolas da região com debates sobre os temas "O uso da neurociência na educação", "A Educação 4.0 e as Edtechs Emergentes", Gestão de aprendizagem" e "Gestão escolar em um mundo de mudanças". "Quando se trata de educar e mediar o conhecimento, não podemos permanecer no mesmo ponto de antes. É preciso refletir, conhecer e discutir para avançar rumo ao futuro", afirma a diretora pedagógica do Sistema Positivo de Ensino, Acedriana Vogel.

Conforme dados apresentados no The Global Summit 2017, o futuro da Educação, também chamado de Educação 4.0, baseia-se no conceito de Learning by Doing, ou seja "aprender fazendo". Esse conceito traz a ideia de que todos - principalmente quem está na escola hoje - irão aprender coisas diferentes e de maneiras diferentes, por meio de experiências, projetos, testes e muita ''mão na massa''."Devemos estar aptos a preparar o aluno não apenas para a aprendizagem das disciplinas, mas para trabalhar conteúdos que lhe sejam significativos e façam parte da sua realidade", ressalta Acedriana.

O encontro aconteceu no Hotel Deville Prime Cuiabá. Na programação, a professora e neurocientista Carla Tieppo trouxe o uso da Neurociência na Educação e suas vantagens para a melhora da relação aluno-professor em sala de aula e maior desenvolvimento da qualidade de ensino. Para Carla, "o educador é um 'fazedor de cérebros'. É ele quem mentora a inserção de conhecimento, que apresenta formas de se fazer escolhas e auxilia na formação intelectual e ética dos alunos - e é por isso que ele precisa entender o funcionamento desse órgão".

Além dela, o professor José Motta Filho, consultor de inovação, educador e especialista em Administração Escolar, abordou quais as melhores metodologias para ensinar estudantes cada vez mais conectados. Segundo ele, "a escola, como instituição, está no século XIX, muitos professores estão no século XX e os alunos no século XXI. É preciso ter um pouco de empatia e se colocar no lugar dos alunos, que são nativos digitais, que sentem a necessidade de interagir, de colocar a mão na massa, acessar aplicativos, entre outros". O economista Adeildo Nascimento falou sobre o profissional do futuro e seus desafios, expondo ideias sobre vocação e necessidades futuras de mercado.

Enquanto os gestores assistiam às palestras, os professores participaram do programa de cursos. O tema deste ano vai ao encontro do slogan do Sistema Positivo de Ensino: "a educação é para sempre". "Preparamos cursos voltados para o campo temático das competências no âmbito da Educação Escolar, algo muito relevante e que volta ao centro do cenário educacional em nosso país com a homologação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC)", explica Joseph Razouk Júnior, diretor editorial do Sistema Positivo de Ensino. O programa de cursos possibilita aos professores conversar com seus pares de outras escolas e conectar informações da BNCC com o livro integrado do Sistema, com o livro digital e com a plataforma On. São 5.800 horas de cursos presenciais que orientam os professores nas práticas escolares, a fim de potencializar o ensino e a aprendizagem.

O evento já aconteceu em Florianópolis, Belo Horizonte e Salvador - e estão previstas outras edições no Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), São Paulo (SP), Ribeirão Preto (SP), Belém (PA) e Manaus (AM). O Sistema Positivo de Ensino é o maior e mais tradicional sistema voltado ao ensino particular no Brasil, presente em 1.816 escolas e atendendo quase 500 mil alunos em 974 municípios do território nacional. No estado do Mato Grosso são atendidas 38 escolas - 13 delas na capital Cuiabá.


Sobre o Sistema Positivo de Ensino

É o maior e mais tradicional sistema voltado ao ensino particular no Brasil. Com um projeto sempre atual e inovador, ele oferece às escolas particulares diversos recursos que abrangem alunos, professores, gestores e também a família do aluno com conteúdo diferenciado. Para os estudantes, são ofertadas atividades integradas entre o livro didático e plataformas educacionais que o auxiliam na aprendizagem. Os professores recebem propostas de trabalho pedagógico focadas em diversas disciplinas, enquanto os gestores recebem recursos de apoio para a administração escolar, incluindo cursos e ferramentas que abordam temas voltados às áreas de pedagogia, marketing, finanças e questões jurídicas. A família participa do processo de aprendizagem do aluno recebendo conteúdo específico, que contempla revistas e webconferências voltados à educação.




Website: http://www.centralpress.com.br

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade