0

Coragem para mudar: do convencional ao nômade

Casal com dois filhos pequenos larga tudo para rodar o mundo em um veleiro

11 mai 2017
11h25
atualizado em 22/6/2017 às 09h03
  • separator
  • comentários

Viver a vida ao máximo. Esta é a prerrogativa número um do casal Juliana Ferline, 34 e Juliano Wisnievski, 40 com seus filhos Vicente de 4 anos e Martina 1. O casal que até pouco tempo vivia uma vida tradicional cansou desta vida e parte agora em busca de novas aventuras.

Trabalhando 16 horas por dia, viajando toda semana a trabalho o que antes era um objetivo de carreira virou um peso. "O custo é extremamente alto" diz Juliana que trabalhava como diretora de marketing de uma multinacional de tecnologia. "Chegou num ponto onde eu não sabia mais o que a Martina comia, que passeio tinha na escola do Vicente, que horas eles dormiam e cheguei a pedir para babá levar as crianças em consulta médica pois eu não sabia o que dizer ao médico". Nesta loucura só sobravam os finais de semanas, cada vez mais corridos e limitantes. "A angústia foi surgindo e a sensação de prisão invisível invadia nossas vidas. Tínhamos recursos financeiros mas não tínhamos vida" complementa. Coisas como apego ao materialismo, elitismo também incomodavam e o casal muitas vezes se sentia como um peixe fora d'água. "Em paralelo sempre sonhávamos em viajar pelo mundo, viver com liberdade sendo nós mesmos, descobrindo os segredos da vida, comportamento humano e da natureza" diz Juliano.

Foi com esta insatisfação e inconformismo com a forma que viviam que o sonho foi sendo construído. O que parecia ser um projeto a ser realizado em cinco a dez anos com muito planejamento e conhecimento foi antecipado. "Cada dia da nossa vida é muito importante, não podemos apenas existir, é preciso viver" disse Juliana. Com isso o casal criou coragem e investiu na mudança. Há 60 dias ambos deixaram seus trabalhos e passaram a planejar o novo estilo de vida: viajar pelo mundo em um veleiro com os dois filhos.

O barco será comprado fora do país e a jornada inicia nos próximos dias. "Ainda não sabemos tudo que iremos enfrentar certamente coisas boas e também situações difíceis, mas a sensação de liberdade é indescritível. Vamos viver a vida ao máximo e dar uma experiência única aos nossos filhos" diz o casal que também usarão do sistema de homeschooling com as crianças. "Não é fácil decidir, contar para as pessoas, enfrentar todas as perguntas". Existe muito preconceito e julgamento principalmente porque temos dois filhos e não temos um histórico de navegação. No entanto a sensação de estar no caminho certo apaga todas as dificuldades e nos dá força. "Sei que sou um peixe fora d'água aqui, mas agora também sei aonde é meu oceano" diz Juliana. De acordo com o casal, o planejamento é essencial, mas se não houver coragem as coisas simplesmente não saem do papel. É o caso de dezenas de pessoas que dizem que um dia irão fazer viagens, aventuras, mudar de estilo de vida e este dia nunca chega. "Unimos bastante coragem com planejamento. Precisamos admitir que não temos como controlar tudo e que o que temos aqui na vida tradicional é na verdade uma falsa segurança e isso nos cega. Optamos por sair da zona de conforto em busca de experiências mais enriquecedoras".

O roteiro da família começa pelo Caribe agora em Junho e não tem data para prevista acabar. "Vamos visitar aproximadamente 27 países só no caribe o que deve levar aproximadamente um ano" disse Juliano. O casal manterá um blog e redes sociais @life_somewhere sobre a viagem e produzirá um documentário a ser transmitido em estilo websérie. "Nosso objetivo com o documentário é inspirar mais pessoas a irem atrás dos seus sonhos e viverem a vida intensamente mesmo com filhos pequenos. Não é porque você casou, tem filhos que terá que esperar até a aposentadoria para mudar de vida".

Para mais informações: https://www.facebook.com/Lifesomewhere/?ref=bookmarks

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade