0

Autora traz nove clássicos econômicos em um debate inadiável

26 fev 2019
17h55
  • separator
  • 0
  • comentários

Podemos definir como clássico todo o conhecimento criado e as consequentes referências geradas em um passado mais distante, mas que ainda são dignos de consideração nos dias atuais. Por conta de sua importância e de sua relevância como parte de uma base, são constantemente resgatados desde sua origem.

Foto: Paco Editorial / DINO

Respaldada nessa premissa, Fernanda Cardoso reúne as contribuições de nove autores considerados fundamentais sobre o desenvolvimento econômico - Paul Narcyz Rosenstein-Rodan, Hans Wolfgang Singer, Ragnar Nurkse, William Arthur Lewis, Albert Otto Hirschman, Gunnar Myrdal, Michal Kalecki, Raúl Prebisch e Celso Furtado - em sua mais recente obra, "Nove Clássicos do Desenvolvimento Econômico", publicada pela Paco Editorial.

O ponto de partida da obra é a tese de doutorado da autora, orientada pelo professor Gilberto Tadeu Lima e defendida em 2012. Após alguns anos ministrando a disciplina Desenvolvimento Socioeconômico para estudante de graduação da UFABC, Fernanda Cardoso amadureceu a ideia de organizar um livro com caráter mais didático que permitisse uma abordagem introdutória às teorias clássicas do desenvolvimento econômico que se tornaram a base fundamental do pensamento desenvolvimentista.

O resultado final é uma obra que discute as contribuições desses nove pioneiros que contribuíram para a formatação do arcabouço teórico do desenvolvimentismo clássico. Apesar de suas idiossincrasias, e até de possíveis incompatibilidades em suas teorias, são pensadores que apresentaram perspectivas do processo de desenvolvimento alternativas à neoclássica.

Esse "diálogo" entre os teóricos foi possível graças ao trabalho criativo e sugestivo da autora em estabelecer uma associação entre vários elementos de contribuições dos pensadores clássicos do desenvolvimento econômico abordados no livro, e assim chamada abordagem da complexidade. Dessa forma, pode-se atribuir com primazia uma série de elementos analíticos também contemplados, ainda que de maneira nem sempre uniforme e explícita, na abordagem de alguns desses pioneiros.

Outro ponto a ser destacado nesta obra é a sua narrativa, que contempla adequadamente características peculiares dos chamados países em desenvolvimento (como o Brasil) que, na visão dos nove pensadores, tornam inaplicáveis elaborações teóricas que não as incorporam explicitamente ao seu arcabouço analítico básico.

Assim, a questão do "desenvolvimento" que acompanha o Brasil há bastante tempo, também se faz presente no livro. O modelo desenvolvimentista pretendeu resolver a dificuldade do alçamento - em tese, fazer com que países mais atrasados alcançassem o nível das nações mais avançadas em termos de produtividade do trabalho.

Ainda que esse pensamento não tenha sido bem-sucedido no Brasil, é de suma importância estudar as ideias dos clássicos do desenvolvimento. E este livro, de Fernanda Cardoso, apresenta com notável clareza e precisão as principais teses desses nove autores clássicos da tradição desenvolvimentista.

Evento de Lançamento do Livro
No sábado 16 de fevereiro de 2019, aconteceu na livraria Tapera Taperá, em São Paulo-SP, seu evento de lançamento. A Paco Editorial esteve presente no evento para homenagear a autora e dar suporte a seu lançamento, que foi de grande sucesso. Aconteceram diversos debates pertinentes à área, e logo uma após, uma sessão de autógrafos.

Sobre a Autora
Fernanda Cardoso é mestra em Economia da Indústria e da Tecnologia pelo Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IE-UFRJ, 2008) e doutora em Economia das Instituições e do Desenvolvimento pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA/USP, 2012). Desde 2014, atua como economista e professora na UFABC vinculada ao bacharelado de Ciências e Humanidades, Ciências Econômicas, Relações Internacionais e ao programa de pós-graduação em Ciências Humanas e Sociais.



Website: http://www.pacolivros.com.br

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade