3 eventos ao vivo

Atendimento gratuito de universidade garante acesso à justiça em tempos de pandemia

Inovador no formato, serviço do Núcleo de Prática Jurídica da Universidade Positivo, inicia atendimento na segunda-feira (15)

29 jun 2020
18h41
atualizado em 30/6/2020 às 16h01
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Com o objetivo de garantir o direito ao acesso à Justiça, o Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) da Universidade Positivo (UP) passa a atender remotamente a partir de segunda-feira (15). Universitários do curso de Direito, sob supervisão de professores e advogados, prestam atendimento jurídico gratuito a toda a população de Curitiba via e-mail, telefone e WhatsApp.

Foto: Crédito: Brunno Covello / DINO

Com quatro postos de atendimento em Curitiba, instalados no câmpus sede - Ecoville e Santos Andrade, da Universidade Positivo, e nos Juizados Especiais Cíveis e Federais, o NPJ-UP mantém a execução dos termos de cooperação que tem com os órgãos do Poder Judiciário, ofertando um canal para que o atendimento à população continue acontecendo neste momento de isolamento social. "Já temos acordo firmado com o Tribunal de Justiça do Paraná e a Justiça Federal do Paraná, mas com os postos de atendimento fechados por conta da pandemia, disponibilizamos nossos contatos para que a sociedade não fique sem esse apoio jurídico essencial", esclarece a supervisora do NPJ-UP, Thaís Paschoal.

De acordo com Thaís, o serviço dos órgãos segue funcionando via e-mail. "Entretanto, mesmo que seja possível realizar a petição sem advogado nos Juizados, muitas pessoas não sabem como os pedidos devem ser formulados e, consequentemente, ficam sem o adequado acesso à Justiça. Por isso, esse serviço, que alia tecnologia e o nosso compromisso com o ensino para o desenvolvimento sustentável, é fundamental neste momento", explica. Agora, com o canal de comunicação estabelecido com os órgãos, o NPJ-UP já tem lista de espera para começar os atendimentos.

O Núcleo de Prática Jurídica da Universidade Positivo atua nas áreas de Direito Penal, Direito Previdenciário e Direito Civil e de Família. Questões sobre pensão alimentícia e divórcio são as mais buscadas pela população. "Neste momento, acreditamos que demandas relacionadas à violência doméstica podem aumentar, assim como questões relacionadas ao direito à saúde em geral. Em todos esses temas, estamos prontos para ajudar a comunidade", finaliza a supervisora.

Serviço

Núcleo de Prática Jurídica Universidade Positivo

Residentes na Cidade Industrial e no Gabineto | Telefone ou WhatsApp Business: 3317-3232 e administrativonpj@up.edu.br

Residentes no Centro e atendimento dos Juizados Especiais Cíveis (Ahú) | Telefone ou WhatsApp Business: 3526-6908 e npj.santosandrade@up.edu.br

Atendimento dos Juizados Especiais Federais | npjjef@up.edu.br


_______________________________________________________

Sobre a Universidade Positivo

A Universidade Positivo é referência em ensino superior entre as IES do estado do Paraná e uma marca de reconhecimento nacional. Com salas de aula modernas, laboratórios com tecnologia de ponta, mais de 400 mil m² de área verde no câmpus sede, a Universidade Positivo é reconhecida pela experiência educacional de mais de três décadas. A instituição conta com quatro unidades em Curitiba (PR) e uma em Londrina (PR) e mais de 70 polos de EAD no Brasil. Atualmente, oferece mais de 60 cursos de Graduação, centenas de programas de especialização e MBA, sete programas de mestrado e doutorado, além de cursos de educação continuada, programas de extensão e parcerias internacionais para intercâmbios, cursos e visitas. Além disso, tem sete clínicas de atendimento gratuito à comunidade, que totalizam mais de 3.500m². Em 2019, a Universidade Positivo foi classificada entre as 100 instituições mais bem colocadas no ranking mundial de sustentabilidade da UI GreenMetric. Desde março de 2020 integra o Grupo Cruzeiro do Sul Educacional. Mais informações em www.up.edu.br



Website: https://www.up.edu.br/

Veja também:

Último debate entre Trump e Biden tem tom mais ameno, mas com troca de acusações; veja destaques
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade