1 evento ao vivo

A virada dos dispositivos mobile e as mudanças de consumo

6 dez 2017
11h09
atualizado às 14h38
  • separator
  • comentários

As estratégias de negócios evoluíram imensamente ao longo dos anos. Isso foi possível graças à rápida integração de várias ferramentas tecnológicas que têm tarefas automatizadas e tornaram os processos de negócios mais simples e eficientes, aumentando assim a produtividade.

A tecnologia móvel tem sido uma dessas tendências, visto que, a penetração de dispositivos móveis foi rápida e monumental. Mobile marketing é um assunto que não esgota. As pessoas usam seus celulares e tablets para cada vez mais coisas. Estamos o tempo todo conectados.

A prova de toda esta conectividade foram os resultados informados pela Ebit no dia 27/11, referente a Black Friday de 2017, em que o comércio eletrônico registrou faturamento de R$ 2,1 bilhões. O resultado representa uma alta de 10,3% na comparação com 2017, quando o segmento teve faturamento de R$ 1,9 bilhão. O número de pedidos cresceu 14% e chegou a 3,76 milhões. O tíquete médio, isto é, o valor de cada compra teve retração de 3,1%, passando de R$ 580 para R$ 562, na comparação entre os anos.

Os pedidos realizados por meio do celular registraram aumento expressivo. O share de pedidos feitos via celular aumentou 81,8% na comparação com o ano passado. Quase 30% dos pedidos já são realizados por meio de dispositivos móveis. O e-commerce representou 26,5% em volume financeiro das compras realizadas, alta de 41,5% ante 2016.

A participação do comércio eletrônico em dispositivos móveis cresceu seis vezes em apenas quatro anos, contribuindo com os resultados das lojas durante a Black Friday e o restante do ano.

Já sabemos que 86% das pesquisas de compras passam por aparelhos mobile. E outros números envolvidos são surpreendentes. Em países em desenvolvimento como a Índia, para muitas pessoas, a sua primeira experiência da internet se dá através de um dispositivo móvel, portanto usá-los para compras parece muito natural. Estima-se que, em 2018, a região da Ásia e do Pacífico serão responsáveis por quase 50% dos mais de US$ 600 bilhões gastos globalmente em bens e serviços adquiridos via mobile.

Os desenvolvimentos recentes na tecnologia de comunicação móvel geraram melhorias massivas em vários domínios de negócios. Em uma escala global, conforme os consumidores mudam para o mobile, as lojas online devem refinar sua experiência de checkout.

"Com a crescente importância dos dispositivos móveis na vida dos clientes, as empresas estão constantemente buscando novas e melhores maneiras de alavancar essa tendência", observa Pâmela Ribeiro, Commercial Strategy Manager da empresa Comtele (www.comtele.com.br).

Ainda de acordo com ela, "os aplicativos móveis acabaram por ser uma norma hoje em dia. Por exemplo, utilização de envio de SMS para posicionar clientes de seus pedidos, tem se tornado cada vez mais comum em todos os segmentos, pois mesmo as pessoas com celulares que não possuem conexão com internet, podem receber e responder mensagens de SMS, tornando-as uma escolha de comunicação muito eficaz".

Utilização do mobile é um método muito poderoso para marcas conectarem-se com pessoas. Interações podem ser monitoradas para determinar o sucesso e futuras campanhas desenvolvidas a partir de uma compreensão do mercado. O futuro do mobile é agora. Você está pronto para isso?



Website: http://www.comtele.com.br
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade