2 eventos ao vivo

Cerca de 100 funcionários da Vale estão desaparecidos

Segundo porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, as buscas pelos desaparecidos vão prosseguir durante a madrugada

25 jan 2019
18h28
atualizado em 27/1/2019 às 09h42
  • separator
  • comentários

Cerca de 100 funcionários da Vale estão entre os desaparecidos em consequência do rompimento nesta sexta-feira de uma barragem da mineradora em Brumadinho (MG), e o número total de mortos pode superar as 19 vítimas fatais da tragédia da Samarco em Mariana (MG), em 2015, disse um porta-voz dos bombeiros de Minas Gerais à Globonews.

Segundo o tenente Pedro Aihara, as buscas pelos desaparecidos vão prosseguir durante a madrugada, depois que foram identificados os locais atingidos pela lama que teriam a maior concentração de pessoas no momento do rompimento.

Cerca de 100 funcionários da Vale estão entre os desaparecidos em consequência do rompimento nesta sexta-feira de uma barragem da mineradora em Brumadinho (MG)
Cerca de 100 funcionários da Vale estão entre os desaparecidos em consequência do rompimento nesta sexta-feira de uma barragem da mineradora em Brumadinho (MG)
Foto: Corpo de Bombeiros de Minas Gerais / Reprodução

Ele avaliou que o número de mortos na tragédia de Brumadinho pode ser maior que o registrado em Mariana, apesar de o volume de rejeitos vazado ter sido menor no caso desta sexta-feira.

Mais cedo, o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais informou em nota que o rompimento de uma barragem da mina de ferro Feijão, da Vale, deixou cerca de 200 desaparecidos, após uma avalanche de lama de rejeitos de mineração atingir parte da comunidade da Vila Ferteco e a área administrativa da companhia.

Veja também:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • comentários
publicidade