0

Saúde espera resposta sobre extensão da validade de testes

Ministério quer que Anvisa aprove aumentar em uma semana o período de utilização dos exames que estão prestes a vencer

2 dez 2020
12h12
atualizado às 12h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Ministério da Saúde espera obter em uma semana resposta da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre a extensão do prazo de validade de testes para diagnóstico de covid-19 prestes a vencer e que estão em depósito no aeroporto de Guarulhos, informaram secretários da pasta.

Profissional de saúde colhe amostras para teste de detecção de coronavírus em Taboão da Serra
15/10/2020 REUTERS/Amanda Perobelli
Profissional de saúde colhe amostras para teste de detecção de coronavírus em Taboão da Serra 15/10/2020 REUTERS/Amanda Perobelli
Foto: Reuters

"Com relação aos testes, o que posso informar é que nós estamos em tratativas tanto com o laboratório, quanto com a Anvisa, já formalizamos a nossa solicitação de extensão do prazo de validade", disse o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, em audiência na comissão do Congresso Nacional que acompanha as ações do governo relacionadas à crise do coronavírus, acrescentando que "deve ocorrer brevemente essa extensão do prazo".

Logo depois da fala de Franco, o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros, complementou e disse acreditar que "que dentro de uma semana, no máximo, nós já tenhamos a resposta definitiva da Anvisa".

O jornal Estado de S. Paulo informou que testes do tipo RT-PCR comprados pelo Ministério da Saúde com vencimento entre dezembro e janeiro estão guardados em um depósito no aeroporto de Guarulhos --são cerca de 6,86 milhões de unidades.

Veja também:

Rapaz de 28 anos é detido com espingarda calibre 12, no Angra dos Reis
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade