0

Sob chuva, manifestantes protestam na periferia de São Paulo

25 jun 2013
11h04
atualizado às 13h29

Mais de 500 manifestantes convocados por três movimentos sociais se concentram nesta terça-feira, sob chuva, em três bairros da periferia de São Paulo - Campo Limpo e Capão Redondo, na Zona Sul, e Guaianases, na Zona Leste - para exigir tarifa zero no transporte público, e saúde e educação melhores, entre outras reivindicações.

Os protestos foram organizados pelo Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) e Periferia Ativa. Alguns representantes dessas entidades devem se reunir na tarde de hoje com a presidente Dilma Rousseff, em Brasília.

Em Guaianases e Capão Redondo, os manifestantes se reuniram em estações de trem e metrô e seguiram em passeatas, fechando algumas ruas. Os protestos da Zona Sul se uniram na Avenida Carlos Caldeira Filho e passaram pela ponte João Dias.

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), cerca de 500 pessoas participam da manifestação. Elas devem seguir para o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado de São Paulo.

EFE   
publicidade