PUBLICIDADE

PT adia lançamento da chapa Lula-Alckmin para 7 de maio

A mudança aconteceu devido a pedidos feitos por integrantes de PSOL e PSB.

11 abr 2022 - 20h31
(atualizado às 21h18)
Ver comentários

O Partido dos Trabalhadores decidiu adiar a data de lançamento da chapa de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como pré-candidato à Presidência e Geraldo Alckmin (PSB) na vice. O evento, marcado para 30 de abril, deve acontecer em 7 de maio.

A mudança aconteceu devido a pedidos feitos por integrantes de PSOL e PSB. Para o mesmo dia, estão marcados a Conferência Eleitoral do PSOL e o encerramento do Congresso Nacional do PSB.

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) formalizam aliança para eleição em 2022
O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) formalizam aliança para eleição em 2022
Foto: Bruno Rocha/Enquadrar / Estadão

Com o adiamento, o PT espera reunir todos os aliados no mesmo palanque para dar a ideia de uma frente ampla em torno de Lula. Os detalhes do evento devem ser discutidos em reunião do diretório nacional petista na quarta-feira, 11. Neste mesmo encontro, a sigla deve aprovar a indicação de Alckmin, feita pelo PSB, para vice do ex-presidente.

Enquanto isso, Lula segue tentando arregimentar mais partidos para apoiar sua tentativa de voltar ao Palácio do Planalto. O petista está em Brasília para participar de jantar na casa do ex-senador Eunício Oliveira (MDB-CE), em articulação para atrair o MDB para a aliança. A sigla lançou a pré-candidatura de Simone Tebet, mas líderes emedebistas, sobretudo no Nordeste, advogam pelo apoio a Lula em primeiro turno.

Estadão
Publicidade
Publicidade