PUBLICIDADE

Política

Na véspera de depor à PF, Mauro Cid avaliou que Bolsonaro o "arrastava para a lama"

Declaração consta em mensagens com o ex-secretário Comunicação e advogado de Bolsonaro, Fabio Wajngarten

5 set 2023 - 11h10
(atualizado às 12h07)
Compartilhar
Exibir comentários
O tenente-coronel do Exército, Mauro Cid, enquanto era ajudante de ordens do então presidente Jair Bolsonaro; hoje Cid está preso por suspeita de falsificação de cartões de vacinas e é investigado por golpe de estado e venda de joias da Presidência.
O tenente-coronel do Exército, Mauro Cid, enquanto era ajudante de ordens do então presidente Jair Bolsonaro; hoje Cid está preso por suspeita de falsificação de cartões de vacinas e é investigado por golpe de estado e venda de joias da Presidência.
Foto: Dida Sampaio/Estadão / Estadão

Na véspera de prestar depoimento à Polícia Federal (PF) sobre o caso das joias presenteadas pelo regime da Arábia Saudita ao Estado brasileiro, o ex-ajudante de ordens da Presidência, Mauro Cid, fez um desabafo sobre Jair Bolsonaro. As informações são do jornal O Globo

Mensagens trocadas via WhatsApp entre o tenente-coronel e Fábio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação, mostram que Cid concordou com a visão de que estava sendo "arrastado para a lama" por causa de Bolsonaro. O conteúdo das mensagens foram obtidas com exclusividade pelo portal UOL

Hacker, quebra de sigilo e Mauro Cid: entenda o cerco a Bolsonaro Hacker, quebra de sigilo e Mauro Cid: entenda o cerco a Bolsonaro

Em 4 de abril, Wajngarten enviou a Cid uma matéria do jornal Metrópoles com o título: "Bolsonaro arrasta com ele para a lama seus mais fiéis servidores", e o tenente-coronel foi um dos ex-assessores mencionados no texto. Em resposta, Cid concordou com a afirmação, dizendo que "não deixa de ser verdade". 

Procurado pelo O Globo, Wajngarten optou por não comentar o diálogo. Por sua vez, a defesa de Mauro Cid afirmou que ele não tinha nada a declarar sobre o assunto. 

Cid está preso desde maio, após uma operação da PF que investiga a atuação de um grupo que teria inserido dados falsos de vacinação contra a Covid-19 nos sistemas do Ministério da Saúde.

Quem é Mauro Cid, o ex-ajudante de ordens de Bolsonaro Quem é Mauro Cid, o ex-ajudante de ordens de Bolsonaro

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade