PUBLICIDADE

Mourão sobre julgamento no TSE: "Não vai acontecer nada"

TSE inicia julgamento de ações contra a chapa de Bolsonaro e Mourão por suposto uso de notícias falsas e robôs nas eleições de 2018

25 out 2021 12h22
| atualizado às 12h58
ver comentários
Publicidade
Vice-presidente Hamilton Mourão
15/07/2020
REUTERS/Adriano Machado
Vice-presidente Hamilton Mourão 15/07/2020 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

O vice-presidente Hamilton Mourão prevê que nada acontecerá no julgamento de sua chapa com o presidente Jair Bolsonaro, alçada ao comando do País nas eleições de 2018. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) dá início nesta terça-feira, 26, ao julgamento do processo, que remete ao suposto uso de notícias falsas e robôs nas redes sociais durante a campanha eleitoral e pode resultar, em última instância, em cassação.

"Não vai acontecer nada. Ou alguém vai pedir vista para continuar segurando essa espada de Dâmocles na nossa cabeça ou vamos ser inocentados, porque acho que as acusações que estão sendo colocadas ali não procedem", disse Mourão nesta segunda-feira (25) na chegada ao Palácio do Planalto.

Conselheiro de Dionísio, tirano de Siracusa, região da Sicília, ao longo do século IV a.C, Dâmocles teria passado um dia na cadeira do líder com uma espada sobre sua cabeça. Depois disso, o conselheiro não mais teria desejado voltar à posição de tirano. A expressão "espada de Dâmocles", assim, faz referência, a um perigo iminente em posições de destaque na sociedade.

Estadão
Publicidade
Publicidade