1 evento ao vivo

"Massa quer respeito à família", diz Bolsonaro de comercial

Presidente proibiu veiculação de peça sobre diversidade

27 abr 2019
12h29
atualizado às 12h47
  • separator
  • comentários

O presidente Jair Bolsonaro se pronunciou neste sábado (27) pela primeira vez sobre o veto a um comercial do Banco do Brasil que defendia a diversidade.

Bolsonaro disse que não quer dinheiro público sendo usado "dessa maneira"
Bolsonaro disse que não quer dinheiro público sendo usado "dessa maneira"
Foto: ANSA / Ansa

Em conversa com jornalistas no Distrito Federal, o mandatário afirmou que "a linha mudou" e que a "massa" quer "respeito à família". A peça publicitária de 30 segundos, voltada ao público jovem, apresenta atores negros, brancos, com cabelo colorido, tatuados e uma transexual, para mostrar a diversidade do Brasil.

"Quem indica e nomeia presidente do Banco do Brasil não sou eu? Não preciso falar mais nada então. A linha mudou. A massa quer o quê? Respeito à família. Ninguém quer perseguir minoria nenhuma, e nós não queremos que dinheiro publico seja usado dessa maneira. Não é minha linha, vocês sabem que não é minha linha", declarou Bolsonaro.

O governo chegou a determinar que todas as peças publicitárias de estatais fossem submetidas à Secretaria de Comunicação Social, mas depois recuou e disse que não haverá interferência nas propagandas, já que isso é proibido por lei.

Veja também:

 

Ansa - Brasil   
  • separator
  • comentários
publicidade