PUBLICIDADE

Justiça repatria R$ 182 milhões de delator da Lava Jato

Montante se trata do maior valor já repatriado pelo País

12 mar 2015 09h07
| atualizado às 09h08
ver comentários
Publicidade
<p>Pedro Barusco, ex-gerente da Petrobras</p>
Pedro Barusco, ex-gerente da Petrobras
Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

O Ministério Público Federal (MPF) informou na quarta-feira que repatriou R$ 182 milhões que estavam em contas do ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco no exterior. O montante se trata do maior valor já repatriado pelo País.

Desse total, R$ 139 milhões estão em conta judicial vinculada ao processo da Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal no Paraná. Já os demais R$ 43 milhões serão depositados na conta da 13ª Vara Federal de Curitiba.

O dinheiro foi declarado por Pedro Barusco no acordo de delação premiada conduzido pela Força Tarefa do MPF que investiga a Operação Lava Jato. Entre novembro e dezembro do ano passado, Barusco admitiu ter participado do esquema de desvio de recursos públicos da Petrobras e ofereceu informações sobre crimes praticados por outras pessoas. A Lava Jato investiga esquema de corrupção na petroleira.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade