PUBLICIDADE

Polícia

Fernando Haddad é diagnosticado com Covid e fará participação virtual no G20

Em nota, equipe informou que ele passa bem e que fará novos testes nos próximos dias; é a segunda vez que Haddad testa positivo para a doença

26 fev 2024 - 09h33
(atualizado às 09h51)
Compartilhar
Exibir comentários

O ministro da Fazenda Fernando Haddad anunciou nesta segunda-feira (26) que testou positivo para Covid-19.

Fernando Haddad, ministro da Fazenda
Fernando Haddad, ministro da Fazenda
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil / Perfil Brasil

A equipe do ministro informou em nota que ele se sentiu indisposto na noite de domingo (25), fez um teste e confirmou o diagnóstico. A pasta ainda afirmou que ele passa bem e que fará novos testes nos próximos dias.

É a segunda vez que Haddad testa positivo para a doença. Em 2022, ele também foi diagnosticado.

Haddad participará dos encontros do G20?

Haddad participaria presencialmente dos compromissos do G20, em São Paulo. Os encontros serão realizados na quarta-feira (28) e quinta-feira (29). Agora, ele deve presidir as reuniões de forma remota.

A equipe do ministro informou que a participação dele em outras agendas dependerá do resultado de novos testes.

De qualquer forma, a programação do evento foi preservada. Os encontros presididos por Haddad contarão com as participações presenciais do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e do secretário executivo do Ministério da Fazenda, Dario Durigan.

A Trilha de Finanças do G20 propôs uma agenda que se inicia com o debate sobre o papel de políticas públicas no combate às desigualdades, em linha com as prioridades gerais do Brasil no G20.

A reunião ministerial também trará à tona as perspectivas globais sobre aspectos macroeconômicos, como crescimento, emprego, inflação e estabilidade financeira.

Serão debates em busca de melhores práticas para lidar com a dívida global crescente e financiamento para o desenvolvimento sustentável, taxação internacional e como as nações vislumbram o setor financeiro para um futuro próximo.

Entre membros e convidados, 27 delegações já confirmaram presença na 1ª Reunião de Ministros de Finanças e Presidentes de Bancos Centrais.

Perfil Brasil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade