PUBLICIDADE

Tutor de pitbull morre após ser atacado por ele em SP

Autoridades acreditam que vítima, que era epilética, teve uma crise convulsiva quando ataque aconteceu

14 abr 2024 - 18h25
(atualizado às 18h26)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Um homem de 30 anos, cujo nome não foi revelado, morreu após ser atacado pelo pitbull da família em Mogi Mirim, São Paulo. Guardas municipais que atenderam a ocorrência acreditam que a vítima, que era epilética, teve uma crise convulsiva quando o ataque aconteceu. Um guarda civil, vizinho da vítima, atirou e matou o cão. 
Mogi Mirim, São Paulo.
Mogi Mirim, São Paulo.
Foto: Reprodução/Prefeitura de Mogi Mirim

Um homem de 30 anos, cujo nome não foi revelado, morreu após ser atacado pelo pitbull da família em Mogi Mirim, São Paulo. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), guardas municipais que atenderam a ocorrência acreditam que a vítima, que era epilética, teve uma crise convulsiva quando o ataque aconteceu. 

O caso ocorreu na manhã deste domingo, 14, na Vila Dias. Para conter o animal, que estava agressivo com os outros moradores da casa, um guarda civil, vizinho da vítima, atirou e matou o cão. 

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e constatou a morte do rapaz. O corpo da vítima foi encaminhado ao IML e o do animal ao Centro Zoonoses do município para exames de raiva. 

A arma utilizada pelo guarda foi encaminhada à perícia. O caso foi registrado pela Polícia Civil como morte suspeita. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade