PUBLICIDADE

Rio une celebrações da cultura afro-brasileira e atos de protesto contra o racismo

No Dia da Consciência Negra, capital fluminense preparou esquema especial para eventos em homenagem a Zumbi dos Palmares

20 nov 2021 13h27
ver comentários
Publicidade

Rio - O monumento a Zumbi dos Palmares, no centro da cidade do Rio de Janeiro, amanheceu neste sábado, 20, já preparado para receber as celebrações da cultura afro-brasileira e os atos de protesto contra o racismo no Dia da Consciência Negra.

Integrantes de movimentos contra o racismo, entre eles a Frente Nacional Antirracista, empunhavam faixas em frente ao monumento a Zumbi pedindo liberdade e poder ao povo preto  
Integrantes de movimentos contra o racismo, entre eles a Frente Nacional Antirracista, empunhavam faixas em frente ao monumento a Zumbi pedindo liberdade e poder ao povo preto
Foto: Divulgação Frente Nacional Antirracista / Estadão

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio preparou um esquema especial de trânsito para o evento em homenagem a Zumbi. As pistas centrais da Avenida Presidente Vargas, uma das principais vias da cidade, foram interditadas nas imediações do monumento. O trânsito foi desviado para as pistas laterais.

Pela manhã, integrantes de movimentos contra o racismo, entre eles a Frente Nacional Antirracista, empunhavam faixas em frente ao monumento a Zumbi pedindo liberdade e poder ao povo preto. Na estrutura montada no local, houve apresentações musicais e celebração de religiões de matriz africana. Também estavam previstas exibições de jongo, capoeira, danças populares e roda de samba.

O cardeal arcebispo do Rio Dom Orani Tempesta celebraria pela manhã a Missa da Consciência Negra, na Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos, também no centro da capital fluminense.

O Cais do Valongo, considerado Patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) por ser vestígio material do desembarque de africanos escravizados nas Américas, receberia uma apresentação da banda da Guarda Municipal do Rio.

Uma manifestação foi convocada para o início da tarde sob o Viaduto Negrão de Lima, em Madureira, zona norte da cidade, mesmo local onde ocorre à noite o tradicional Baile Charme.

A programação em homenagem ao Dia da Consciência Negra inclui ainda eventos ao longo de todo o dia em Padre Miguel, na zona oeste, na Lapa, na região central, e na Gávea, na zona sul.

Estadão
Publicidade
Publicidade