PUBLICIDADE

Cidades

Operação Fortuna II mira casal proprietário de rede de jogos de azar no RS

Ação policial busca desmantelar esquema de lavagem de dinheiro e prende cinco suspeitos

27 nov 2023 - 12h43
(atualizado às 12h46)
Compartilhar
Exibir comentários

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul, através da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), lançou nesta segunda-feira a Operação Fortuna II. O foco da operação é desmantelar um esquema de lavagem de dinheiro vinculado a uma extensa rede de jogos de azar operando em vários municípios do estado. Um casal residente em Novo Hamburgo, suspeito de ser proprietário de cerca de 100 casas de jogos de azar, é o principal alvo da ação.

No total, 11 ordens judiciais estão sendo executadas, incluindo sete mandados de prisão preventiva. Cinco suspeitos, incluindo o casal mencionado, já foram detidos: um em Gravataí, três em Novo Hamburgo e um em Tramandaí.

As investigações revelam que o grupo movimentou mais de R$ 10 milhões, originários das atividades ilegais. Esse fluxo de dinheiro resultou em um aumento rápido e significativo no patrimônio dos suspeitos, incluindo a compra de imóveis de luxo na região Metropolitana e no litoral Norte.

O delegado Guilherme Calderipe, responsável pela operação, não descarta a possibilidade de os investigados terem vínculos com uma facção criminosa no Vale do Sinos. A operação também está apurando possíveis casos de suborno a agentes da Segurança Pública.

Porto Alegre 24 horas
Compartilhar
Publicidade
Publicidade