PUBLICIDADE

SP: ônibus terão 60% a 70% da frota; rodízio segue suspenso

CET não deverá aplicar multas em caso de pane seca; Metrô e CPTM também estenderam operação por causa da greve dos caminhoneiros

28 mai 2018
20h28 atualizado às 20h29
0comentários
20h28 atualizado às 20h29
Publicidade
Trânsito nesta segunda ficou abaixo da média na capital paulista
Trânsito nesta segunda ficou abaixo da média na capital paulista
Foto: Hélvio Romero/Estadão / Estadão

Ônibus de São Paulo circularão nesta terça-feira, 29, com 60% a 70% da frota, segundo informou a Prefeitura nesta segunda. A administração municipal disse que há 14 postos com combustível disponível exclusivamente para abastecer os serviços públicos. A greve dos caminhoneiros chegou hoje ao 8º dia consecutivo e provoca problemas de abastecimento em várias cidades do País.

Segundo a Prefeitura, um comitê de gerenciamento de crise obteve cerca de 1,5 milhão de litros de combustível. Caminhões para abastecer a frota municipal estão sendo escoltados por equipes da Polícia Militar e da Guarda Civil Metropolitana.

As operações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), do Serviço Funerário Municipal, da Defesa Civil, da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), da Assistência Social e da Guarda Civil Metropolitana (GCM) estão normalizados, segundo a Prefeitura. Os postos também foram liberados para abastecimento da Eletropaulo e da Comgás, que tinham combustível para rodar apenas nesta segunda-feira.

PRF faz escolta de caminhão para transporte de gás a Cascavel:

Ônibus e Metrô

No início da segunda-feira, as empresas de ônibus circularam com 67% da frota programada. Já no período da tarde, a partir das 16h30, as empresas mantiveram 63% da frota prevista circulando.

Nesta terça-feira, entre 60% e 70% da frota de ônibus da capital deverá operar. O rodízio de veículos continua suspenso e agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) não poderão aplicar multas em caso de pane seca.

O Metrô e a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos funcionarão em horário estendido entre terça e quarta-feira. A operação ocorrerá das 4 horas à 1 hora da madrugada.

Estadão
Publicidade
Publicidade