PUBLICIDADE

Famosos e entidades pedem justiça para congolês morto no Rio

Na tarde desta terça-feira, 2, o termo #JusticaParaMoise tem sido um dos assuntos mais comentados no Twitter

1 fev 2022 - 18h26
Ver comentários
Morte de congolês na Barra da Tijuca, no Rio, causou comoção.
Morte de congolês na Barra da Tijuca, no Rio, causou comoção.
Foto: Reprodução / Redes Sociais

Uma semana após a morte do congolês Moïse Kabagambe, que foi espancado e morto em um quiosque na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, artistas, políticos e entidades têm usado as redes sociais para pedir que o caso seja solucionado. Na tarde desta terça-feira, 2, o termo #JusticaParaMoise tem sido um dos assuntos mais comentados no Twitter.

O jovem de 24 anos veio ao Brasil como refugiado político em 2014 com a mãe e os irmãos para fugir da guerra civil em seu país. A família diz que Moise foi assassinado no último dia 24 por cobrar o pagamento de R$ 200 que estavam atrasados no quiosque Tropicália, onde trabalhava.

A entrevista do irmão da vítima ao ‘SBT Rio’, muito emocionado ao falar sobre o caso, também tem gerado comoção nas redes sociais. Veja as mensagens no vídeo:

Famosos e entidades pedem justiça para congolês morto no Rio:

 

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade