PUBLICIDADE

Estudantes são filmados brigando e um deles desmaia em escola cívico-militar no Rio

Durante a confusão, nenhum funcionário impede a agressão entre os estudantes. O diretor pediu exoneração após o caso.

24 nov 2023 - 09h19
(atualizado às 09h37)
Compartilhar
Exibir comentários
Briga entre estudantes acaba com um deles desmaiado no Rio
Briga entre estudantes acaba com um deles desmaiado no Rio
Foto: Reprodução/TV Globo

Uma briga entre estudantes acabou com um aluno desmaiado em uma escola cívico-militar do Rio de Janeiro, na quarta-feira, 22. A cena foi filmada por jovens que estavam no local, e nenhum funcionário da unidade educacional é visto tentando apartar a confusão. Após o caso repercutir nas redes sociais, o diretor pediu exoneração. 

As imagens exibidas pelo Bom Dia Rio, da TV Globo, foram gravadas dentro da Escola Municipal Cívico-Militar Carioca e mostram os dois trocando socos no pátio do local. Em volta, há vários estudantes, alguns deles até incentivam as agressões.

Em determinado ponto do vídeo, é possível ver que um derruba o outro no chão, e então, um deles dá um pisão na cabeça do colega caído. Nesse momento, o garoto desmaia. Conforme a reportagem, o vídeo tem cerca de um minuto, e nenhum funcionário aparece para apartar a briga entre os estudantes.

O menino que desmaiou foi levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Engenho Novo, onde passou por exames, e foi liberado.

Uma das mãe, que não quis se identificar, afirmou à emissora que a direção da escola é omissa. “Eles inclusive ameaçavam as crianças ontem que estavam filmando. Disseram que levariam advertência se continuassem a filmar. Então, existe uma omissão muito grande por parte da administração da escola", declarou.

Pouco depois da confusão, o diretor da unidade pediu exoneração. Em nota ao Terra, a Secretaria Municipal de Educação do Rio informou que foi instaurada sindicância para apurar o caso. Os estudantes que se envolveram na briga terão apoio psicológico. 

Ainda conforme a pasta, o novo diretor assumirá a escola nesta manhã, e afirmou que repudia qualquer tipo de agressão dentro de escolas.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade