PUBLICIDADE

Brasil registra 293 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas

O país tem registrado redução nos números da pandemia nas últimas semanas, à medida que avança em sua campanha de vacinação

12 set 2021 19h11
| atualizado às 20h22
ver comentários
Publicidade

O Brasil registrou neste domingo 293 novas mortes por covid-19, o que eleva o total de vítimas fatais da doença no país a 586.851, informou o Ministério da Saúde. Também foram contabilizados 10.615 novos casos de coronavírus, com o total de infecções no país avançando para 20.999.779, acrescentou a pasta.

Em termos absolutos, o Brasil é o segundo país com maior número de óbitos pela doença, atrás somente dos Estados Unidos, e o terceiro em contagem de casos, abaixo de EUA e Índia.

O país, no entanto, tem registrado redução nos números da pandemia nas últimas semanas, à medida que avança em sua campanha de vacinação contra a covid-19. O governo federal ainda reporta 362.457 pacientes de covid-19 em acompanhamento.  

Brasil se aproxima das 587 mil mortes por covid-19
Brasil se aproxima das 587 mil mortes por covid-19
Foto: ANSA / Ansa

Consórcio de Imprensa

O Brasil registrou 292 novas mortes por covid-19 neste domingo, 12, segundo dados divulgados pelo consórcio de veículos de imprensa. Com isso, o total de vítimas desde o início da pandemia chegou a 586.882.

O balanço apontou que a média móvel de mortes ficou em 473, considerando dados dos últimos sete dias. Foram 8.082 novos diagnósticos confirmados, o que fez o total atingir a marca de 20.996.784.

Os dados diários da pandemia no Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. Segundo números do Ministério da Saúde, o Brasil 20.050.471 pessoas recuperadas da doença e 362.457 seguem em acompanhamento.

Com informações do Estadão Conteúdo, 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade