1 evento ao vivo

Armando, o pombo mais veloz do mundo, é vendido por mais de R$ 5 milhões

Conhecido como o 'Lewis Hamilton dos pombos', ele está aposentado das corridas, mas pode gerar ninhada de campeões.

19 mar 2019
09h05
atualizado às 11h04
  • separator
  • comentários

Um pombo-correio campeão de corridas foi vendido pelo preço recorde de 1,25 milhão de euros (cerca de R$ 5,3 milhões).

Armando, na foto, é conhecido como o 'Lewis Hamilton dos pombos'
Armando, na foto, é conhecido como o 'Lewis Hamilton dos pombos'
Foto: Pipa / BBC News Brasil

Armando, como é chamado, foi descrito pela casa de leilões Pigeon Paradise (Pipa) como "o melhor pombo belga de longa distância de todos os tempos".

Ele também é conhecido como "o Lewis Hamilton dos pombos" - uma referência ao piloto britânico de Fórmula 1, cinco vezes campeão mundial.

Até então, o recorde era de 376 mil euros (R$ 1,6 milhão), valor que foi ultrapassado logo no primeiro dia em que Armando foi colocado a leilão, informou a Pipa.

"Foi irreal, o sentimento - foi algo de outro mundo", disse à BBC Nikolaas Gyselbrecht, CEO da Pipa, quando alguém fez uma oferta de mais de 1 milhão de euros.

"Nos nossos sonhos mais loucos, nunca imaginamos um valor como esse. Esperávamos algo em torno de 400 mil a 500 mil euros, e sonhávamos com 600 mil euros só".

Prestes a completar cinco anos, Armando aproveita agora a aposentadoria
Prestes a completar cinco anos, Armando aproveita agora a aposentadoria
Foto: Pipa / BBC News Brasil

Segundo Gyselbrecht, dois compradores da China protagonizaram uma guerra de lances, que em pouco mais de uma hora passaram de 532 mil euros para 1,25 milhão de euros.

Para efeito de comparação, diz ele, o preço padrão de um pombo de corrida é de aproximadamente 2,5 mil euros.

Mas Armando não é um pombo qualquer. De acordo com Fred Vancaillie, presidente da associação local de entusiastas de pombos, ele é um dos melhores pombos da história do esporte, conhecido como columbofilia.

As últimas três corridas da carreira dele foram disputadas no Campeonato de Pombos Ace 2018, na Olimpíada de Pombos 2019 e no Angoulême - e ele venceu todas as competições.

Prestes a completar cinco anos, Armando está agora aposentado das corridas.

Mas, embora seus dias de competidor tenham ficado para trás, Gyselbrecht diz que os pombos de corrida podem ter filhotes até os 10 anos e costumam viver até 20 anos.

É provável, portanto, que os novos donos coloquem a ave para procriar na esperança de gerar uma ninhada de campeões.

Veja também:

O 'duelo': documentário da BBC mostra roedor enfrentando cobra para defender seus filhotes

 

BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade