PUBLICIDADE

Vini Jr se pronuncia após prisão de torcedores na Espanha: 'Eu sou o algoz dos racistas'

Atacante do Real Madrid foi alvo de ataques racistas em maio de 2023

10 jun 2024 - 15h03
(atualizado às 15h09)
Compartilhar
Exibir comentários

Vini Jr, atacante do Real Madrid e da Seleção Brasileira, se pronunciou em suas redes sociais sobre a condenação de prisão de três espanhóis que cometeram injúrias racistas contra o jogador. O comunicado oficial do clube merengue foi divulgado nesta segunda-feira (10).

Foto: Lance!

- Muitos pediram para que eu ignorasse, outros tantos disseram que minha luta era em vão e que eu deveria apenas "jogar futebol". Mas, como sempre disse, não sou vítima de racismo. Eu sou algoz de racistas. Essa primeira condenação penal da história da Espanha não é por mim. É por todos os pretos. Que os outros racistas tenham medo, vergonha e se escondam nas sombras. Caso contrário, estarei aqui para cobrar. Obrigado a La Liga e ao Real Madrid por ajudarem nessa condenação histórica. Vem mais por aí... - disse Vini Jr, em suas redes sociais.

Em maio de 2023, na partida entre Valencia e Real Madrid, a estrela brasileira foi hostilizada pela torcida adversária com ataques racistas: o camisa 7 foi chamado de 'mono' (macaco, em espanhol).

Os três espanhóis foram declarados culpados de crime por injúria racial sobre Vini Jr, e cada um deles foi condenado a oito meses de prisão. Além disso, os criminosos foram proibidos de entrar em estádios de futebol por um período de dois anos.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade