MPF decide investigar André Valadão após pastor sugerir que fiéis matassem pessoas LGBTQIA+

4 jul 2023 - 10h52
Compartilhar

MPF decide investigar André Valadão após pastor sugerir que fiéis matassem pessoas LGBTQIA+. A decisão é uma reação às declarações homofóbicas feitas pelo pastor durante um culto de domingo, 2, na Igreja Batista de Lagoinha, em Orlando, nos EUA. Na ocasião, ele repreendeu a união civil entre pessoas do mesmo sexo e incitou os fiéis a matarem pessoas da comunidade LGBTQIA+. Ele diz: "Já meti esse arco-íris aí. Se eu pudesse, matava tudo e começava de novo, mas prometi que não posso'. Agora tá com vocês".

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade