Como não havia provas contra o agressor da procuradora se foi filmado?

10h58 (atualizado às 10h58)

O procurador Demétrius Oliveira Macedo espancou a procuradora-geral de Registro (SP) Gabriela Samadello Monteiro de Barros, na última segunda-feira (20). O homem foi ouvido e liberado pela Polícia Civil, apesar de vídeos que mostram as agressões à colega, por falta de provas. Ele já foi afastado de suas funções na Prefeitura da cidade. Marcia Rocha, advogada e colunista de Terra Nós, comenta o caso e lembra: "O Brasil é um dos três países que mais mata mulher no mundo".

Fonte: Redação Nós
Publicidade

Vídeos relacionados

Recomendado para você

Publicidade